Socialista aposta na reaproximação com peemedebistas

O suplente de deputado federal e presidente reeleito do PSB na Paraíba, Edvaldo Rosas, afirmou à imprensa, neste final de semana durante a eleição que o recolocou no comando estadual do PSB que espaços como de vice-governador ou uma das vagas para o Senado na chapa do PSB estão abertas para PMDB, em 2018.

Reeleito presidente estadual do PSB, Edvaldo Rosas fez questão de pregar uma aliança com o PMDB, afirmando que os socialistas e peemedebistas estiveram juntos em mais de um terço das cidades da Paraíba nas últimas eleições municipais, lembra os que são aliados do Estado, diz que existem muitas vagas nas eleições de 2018 e aponta que o PMDB poderia ocupar a vice do PSB e, ou, a vaga para o Senado, além de suplências.

Há poucos dias atrás, Rosas lembrou em matérias divulgadas na imprensa estadual que as alianças feitas com os peemedebistas foram mais de 50 municípios nas eleições de 2016, e destacou que os pemedebistas têm nomes fortes para compor com os socialistas visando as eleições do ano que vem, citando o senador Raimundo Lira (PMDB), como um exemplo e parceiro do governador Ricardo Coutinho.

Edvaldo Rosas afirmou que a Executiva Estadual do PSB está preparando o partido para as eleições de 2018, mas que no momento o importante é reforçar o projeto que o PSB vem apresentando aos paraibanos, projeto esse que é reconhecido dentro e fora do Estado, como uma gestão que vem melhorando a educação, a saúde, a segurança, gerando empregos e renda e que tornou o governador Ricardo Coutinho (PSB), como o mais bem avaliado gestor estadual do Brasil. “Fui uma das primeiras pessoas dentro do partido a defender que o governador Ricardo Coutinho deveria permanecer no Governo para fortificar o projeto e fazer seu sucessor. E hoje está claro o desejo dele de permanecer à frente da gestão estadual”, disse.

Sobre o PMDB, ele confirmou que o partido tem nomes fortes tanto para a disputa para vice-governador, como para compor uma das vagas do Senado com o apoio do PSB. E citou o nome do senador Raimundo Lira como um parceiro de Ricardo. “Ele (Lira) já vem dando demonstrações de querer seguir conosco e é um nome que estamos pautando para compor a chapa do Senado ao nosso lado em 2018”, finalizou Edvaldo Rosas.