TCE-PB imputa débito de mais de R$ 951 mil a três ex-prefeitos

O Tribunal de Contas do Estado (TCE-PB) manteve reprovação de contas de três ex-prefeitos e a imputação de débitos que, somados, ultrapassam os R$ 951 mil.

O ex-prefeito de Princesa Isabel, Domingos Sávio Maximiano Roberto, não conseguiu reverter a decisão e tem débito superior a R$ 411 mil, em razão de pagamentos irregulares realizados em sua gestão. Ele ainda pode recorrer da decisão, segundo o conselheiro substituto Oscar Mamede Santiago Melo, relator do processo.

A ex-prefeita de São José dos Ramos, Maria Aparecida Rodrigues de Amorim,conseguiu reduzir a imputação de um débito estipulado em R$ 909.263,64. Mesmo assim, terá que devolver R$ 46.277,00 aos cofres públicos.

O ex-prefeito de Paulista, Severino Pereira Dantas, teve suas contas de 2014 reprovadas e o TCE-PB pede a devolução de R$ 494 mil. O relator do recurso denegado foi o conselheiro Antonio Gomes Vieira Filho.

O TCE, em primeiro agendamento, emitiu pareceres favoráveis à aprovação das contas de 2014 do prefeito de Tavares (Ailton Nixon Suassuna Porto) e do ex-prefeito de Serraria (Severino Ferreira da Silva).

Em grau de recurso, o então prefeito de Santo André (Fenelon Medeiros Filho) teve as contas de 2012 aprovadas pelo TCE, conforme voto do conselheiro Marcos Costa, relator do processo.