TCE-PB reprova contas de 2010 da Cagepa e impõe débito de R$ 534 mil a ex-gestor

Na sessão desta quarta-feira (31), o Tribunal de Contas do Estado (TCE-PB) reprovou as contas de 2010 da Companhia de Água e Esgotos do Estado e a imposição ao então gestor Alfredo Nogueira Filho de débito superior a R$ 534 mil por despesas não comprovadas. Cabe recurso da decisão tomada conforme o voto do relator Marcos Costa. O ex-diretor da Divisão dos Esportes da Secretaria de Educação e Cultura de João Pessoa, Marcílio Pedro Siqueira Ferreira, interpôs recurso de apelação e teve aprovadas, nesta quarta-feira, contas de adiantamentos por ele concedidos quando no exercício do cargo.

A sessão desta quarta-feira teve as participações dos conselheiros Arnóbio Viana, Fábio Nogueira, Marcos Costa, Fernando Catão e Arthur Cunha Lima. Também, dos conselheiros substitutos Antonio Gomes Vieira Filho, Antonio Cláudio Silva Santos, Oscar Mamede e Renato Sérgio Santiago Melo. O Ministério Público esteve representado pela procuradora geral Sheyla Barreto Braga de Queiroz.