TCE reforça convite para discussão aobre barreira do Cabo Branco

O presidente do Tribunal de Contas da Paraíba, conselheiro Arthur Cunha Lima, reforçou, na abertura da sessão plenária desta quarta-feira (20), o convite à participação de instituições e segmentos da sociedade no “Diálogo Público” a ser promovido, sexta-feira (22), a partir das 9 horas, para a discussão de providências necessárias à proteção da barreira do Cabo Branco.

O encontro – nascido de sugestão do conselheiro André Carlo Torres Pontes ao grupo de parlamentares e entes governamentais que observavam, no último dia 11, o desgaste da barreira – ocorrerá na Sala de Sessões do TCE e será coordenado pelo também conselheiro Fernando Catão, relator das contas da Prefeitura de João Pessoa.

Foram convidados, para os necessários entendimentos, representações do Governo do Estado, Assembleia Legislativa, Capitania dos Portos, Prefeitura Municipal, Câmara de Vereadores, Ibama, Sudema, UFPB, Conselho de Arquitetura e Urbanismo, Conselho Regional de Engenharia e Arquitetura e integrantes do grupo “Amigos da Barreira”.

Na próxima sexta-feira, depois da abertura pelo conselheiro Arthur Cunha Lima, o encontro prosseguirá com intervenção inicial do conselheiro Fernando Catão, explanação do projeto por emissário da Prefeitura de João Pessoa e falas de representantes do Governo do Estado, Capitania dos Portos, Ibama e UFPB, seguidas de debate.

“A ideia é a da conjunção de esforços para conter, do melhor modo possível, o processo erosivo que não ameaça apenas um marco geográfico de importância continental. Ameaça, também, um fenômeno da natureza essencial à história, à cultura e ao desenvolvimento econômico da Paraíba, em vista de sua importância para o turismo com suas oportunidades de emprego e renda”, observava, quando da reunião do último dia 11 o vice-presidente André Carlo Torres Pontes (então no exercício da Presidência do TCE, em decorrência de viagem institucional do titular Arthur Cunha Lima)