3º Juizado Especial Cível de JP fica entre os 10 melhores do Brasil

O Juizado Especial Cível da comarca da Capital ficou entre os dez melhores Cartórios do país, segundo indicação do Conselho Nacional de Justiça (CNJ). O Juizado conta com dois juízes-leigos, seis servidores e voluntários, além do juiz titular, Gustavo Urquiza. É referência em todo o Estado devido à rapidez da resolução dos processos.

O juiz titular Gustavo Urquiza informa que o diferencial do Juizado são os atos ordinatórios, que regularizam a tramitação de processos e promovem o seu andamento. O objetivo é desburocratizar a execução das atividades e agilizar a finalização dos processos com o despacho único, fazendo com que a maioria das sentenças sejam dadas em audiência.

O processo de escolha do CNJ se deu por meio do monitoramento de entrada, finalização dos processos e entrega dos alvarás. “Foi uma grande honra saber desse 'coroamento' e perceber que o nosso trabalho é contínuo. A gente sabe que pode melhorar a cada dia e encontrar caminhos mais práticos.”, destacou o Magistrado.

O projeto principal para 2015 é a Audiência Una, o prazo de 40 dias que o cidadão tem para receber a sentença do juiz. A implantação foi inicializada há noventa dias e tem dado bons resultados. A ideia é dar continuidade às atividades e aperfeiçoar ainda mais os resultados.