TRE-PB ultrapassa 50% de cadastramento biométrico

O Tribunal Regional Eleitoral da Paraíba (TRE-PB) registrou, na manhã desta sexta-feira (04), o percentual de 50,04%  do objetivo da revisão eleitoral com coleta de dados biométricos na Paraíba. Dos 910.459 mil eleitores que estão passando pelo processo, 455.587 foram cadastrados, restando 454.872.

O presidente do TRE-PB, desembargador João Alves da Silva, registra que a biometria nos 98 municípios do estado paraibano continua normalmente, independente da utilização de urnas eletrônicas nas eleições de 2016, e que os postos dos 98 municípios com biometria, funcionarão no período de recesso do judiciário, como dispõe a Portaria nº1047/2015, publicada na última quinta-feira(26).

Ocupando o quarto lugar no ranking nacional, João Alves destaca o empenho dos juízos eleitorais, servidores, prefeitos e presidentes das câmaras, que não estão medindo  esforços para a realização do cadastramento biométrico no estado.

Na Paraíba, 26 Zonas Eleitorais estão envolvidas com a biometria, contemplando 98 municípios paraibanos, dos quais, 64 se destacam com mais de 50% de eleitores atendidos, são eles: Paulista, Teixeira, Aparecida, Assunção, Santo André, Lastro, Pilões, Caturité, São Mamede, Cabaceiras, Lagoa de Dentro, Alagoa Nova, São Domingos de Pombal, Cacimba de Areia, Areial, Curral de Cima, Livramento, São Vicente do Seridó, São José do Bonfim, São Francisco, São João do Cariri, Pedro Régis, Várzea, São José da Lagoa Tapada, Curral Velho, Algodão de Jandaíra, Camalaú, São José dos Cordeiros, Serra Branca, Gurjão, Barra de Santana, Jacaraú, Boqueirão, Junco do Seridó, Lagoa, Cubati, São João do Tigre, Cajazeirinhas, São José de Piranhas, Santa Teresinha, São Domingos do Cariri, Passagem, Amparo, Montadas, Areia de Baraúnas, Caraúbas, Zabelê, Lucena, Dona Inês, Maturéia, Borborema, São Sebastião do Umbuzeiros, Salgadinho, Bananeiras, Serra Grande, Mãe D'água, Matinhas, Quixaba, Parari, Marizópolis, Coxixola, Alcantil, Tenório e Riacho de Santo Antônio.

O eleitor deve comparecer ao Cartório Eleitoral ou Posto de Atendimento no seu município portando os seguintes documentos: título de eleitor, se houve, documento oficial com foto e comprovante de residência não inferior a três meses.

O cadastro leva cerca de 12 minutos para ser concluído no cartório ou no posto eleitoral. Mesmo quem não é obrigado a votar – pessoas com mais de 70 anos de idade, analfabetos e maiores de 16 e menores de 18 anos – devem fazer o cadastramento.

O cadastramento biométrico é obrigatório e gratuito, e aquele que não comparecer, terá o título eleitoral cancelado, não podendo votar nas Eleições 2016, estando sujeito à suspensão do CPF, bloqueios de conta bancária, de auxílios sociais, bolsa família, auxílio creche, dentre outros prejuízos.