Unipê celebra o Dia do Profissional de Educação Física

 

Há 17 anos, no dia 1º de setembro de 1998, a Lei Federal nº 9696 havia sido instituída e com ela veio a regulamentação da profissão de Educação Física em todo o Brasil. Por meio dela, Conselhos Federal e Regionais de Educação Física também tinham sido criados. Com a formação precisa para exercer o ofício, profissionais desta área tem como objetivo maior a promoção da saúde e o aumento da qualidade de vida da população.

Por esse e por outros motivos, o Unipê comemora a data, especialmente por ter em seu campus um bem estruturado e equipado complexo poliesportivo. Quem é da área sabe a importância da formação profissional e reafirma que saúde vem com prevenção, e esta se dá com atividades físicas orientadas. Nos últimos anos, a sociedade vem percebendo que para viver mais e com qualidade de vida, o exercício físico deve ser um hábito. Esta é afirmação do prof. de Educação Física e técnico Alcidemar Júnior.

“As pessoas estão tomando consciência que é preciso profissional habilitado para melhorar a qualidade de vida. Há 10 anos, uma pessoa de 60 anos era considerada de casa. Hoje conheço pessoas que vivem mais fora de casa”, exemplificou. “Nossa profissão cresceu tanto que pode atuar em várias áreas: personal trainer, esportes e alto rendimento são algumas. É uma área vasta e continua em ascensão, podemos atuar em escolas, produzir artigos científicos. Atuamos ainda com o psicológico, pois melhora a autoestima e, volto a bater na tecla, atuamos na prescrição dos exercícios”, colocou.

O professor se formou em 2002, mas mesmo antes sua ligação com os esportes já era intensa. “Eu, na verdade, fui atleta profissional de luta de Judô, e conquistei medalhas em campeonatos brasileiros. Pelo fato de ter vivenciado isso desde criança, foi um processo natural, já que estava na área como atleta. Depois de um tempo, devido a lesões, sem poder mais competir e ter o rendimento, eu transferi para meus alunos. Eu me realizava eu continuo me realizando”, disse.

O ciclista Édson Dantas de Figueiredo, formado em Educação Física pelo Unipê, hoje possui sua própria academia de musculação, a ArtFitness, localizada no bairro de Mangabeira, em João Pessoa. Para ele, sua relação com o esporte sempre foi muito forte, por ser ciclista profissional. “Eu não me via fazendo outra coisa”, afirmou. “Em 2010, graduei-me em licenciatura e em 2012, no bacharelado, por conta da mudança na grade curricular. No quarto período, estagiei em academia e foi quando me interessei pela musculação”, lembrou.

O professor, além de empresário, atua como personal trainer e presta assessoria de ciclismo nas horas livres. Seu negócio é coordenado em conjunto com a irmã, Socorro Dantas de Figueiredo, e sua noiva, Fabiana Rodrigues. “[A Educação Física] representa a minha vida. Tudo que eu faço é voltado para ela, para a saúde e ao treinamento. Tudo que conquistei foi por meio do esporte”, finalizou.