UPA do Valentina ultrapassa 71 mil atendimentos



A Unidade de Pronto Atendimento (UPA) Célio Pires de Sá, localizada no bairro Valentina Figueiredo, ultrapassou a marca de 71 mil atendimentos no ano de 2015, com uma média de 7 mil por mês. A população da zona Sul de João Pessoa é a mais assistida, segundo o Serviço de Dados de Epidemiologia da unidade.

Os atendimentos acontecem de acordo com a classificação de risco que é feita no acolhimento da UPA. Em seguida, os pacientes são encaminhados para as quatro alas que indicam a complexidade de cada caso. A área vermelha corresponde aos atendimentos de emergência, a exemplo de pacientes com parada cardiorrespiratória, infarto agudo do miocárdio ou convulsões. Nestes casos, o atendimento é imediato.

Na área amarela, ficam os pacientes que estão em observação e investigação do quadro clínico, enquanto para a verde são encaminhados casos de urgência como diabetes descompensada, desidratação ou dores de moderada a intensa. Os usuários classificados como azul, por não se tratar de urgência e emergência, são encaminhados para as Unidades de Saúde da Família (USF).

De acordo com Raquel Câmara, diretora Multiprofissional da UPA, o acolhimento com classificação de risco possibilita melhor assistência aos pacientes. “Dessa forma, os usuários recebem o atendimento adequado. Alguns casos, quando identificados, já passam direto para a emergência, sem passar pela classificação de risco”, afirmou.

Equipe – Os usuários da UPA Célio Pires de Sá contam com uma equipe de 300 servidores, incluindo médicos (clínicos gerais, ortopedistas e pediatras), enfermeiros, assistentes sociais, farmacêuticos, bioquímicos e técnicos de diversas especialidades.

Estrutura – A UPA Célio Pires de Sá possui 2,2 mil metros quadrados de área e conta com seis consultórios, sala de medicação, serviço de raios-X, laboratório de coletas, sala de gesso, farmácia e uma base para o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu). A unidade ainda possui 14 leitos pediátricos e adultos, sendo nove para observação, três para emergência e dois para isolamento.