Veneziano condena 3º aumento de ônibus de CG em um ano

O deputado federal Veneziano Vital do Rêgo (PMDB) condenou nesta segunda-feira (20) o aumento da passagem de transporte coletivo de Campina Grande, de R$ 2,30 para R$ 2,55, sendo o terceiro reajuste em um período de 12 meses. “Um absurdo sem precedentes. E o que é pior, foi além da inflação acumulada nos últimos 12 meses, o mesmo período dos três aumentos, que foi de 8,89%”.

Os três reajustes da tarifa concedidos pelo prefeito Romero Rodrigues (PSDB) já somam 10,87%, no período de um ano. “Quando tive o privilégio de ser prefeito de Campina Grande, apenas liberamos um aumento a cada ano e sempre com um valor abaixo da inflação”, destacou o deputado.

Veneziano lembrou que, no período da sua gestão, Campina teve a implantação do Sistema Integrado de Transportes Coletivos, pelo qual o passageiro passou a pagar apenas uma tarifa bairro a bairro. “Pavimentamos os principais corredores por onde passam os coletivos e implantamos o cartão Vale Mais, com apoio das empresas”.

O parlamentar disse que o prefeito Romero Rodrigues age insensivelmente contra os trabalhadores, que tiveram apenas um aumento de salário durante o período de 12 meses. Ele lembrou que, além dessa questão, a população campinense tem que amargar uma gestão que está acabando com a cidade.

“Lamentavelmente, o prefeito mostra que não tem compromisso com o social. Aumenta tarifa de ônibus três vezes num período de um ano, mantém fechados os restaurantes e cozinhas comunitárias, abandona obras públicas e essenciais ao povo, como a UPA e o complexo Plínio Lemos, as unidades de saúde que não possuem médicos; a redução nas equipes do PSF; o não cumprimento dos PCCRs da Saúde, da Educação e de outras categorias; o desmantelamento da Guarda Municipal; o não funcionamento da Biblioteca; as irregularidades no Isea; entre outros problemas”, lamentou Veneziano.