Vital participa de encontro com a classe médica

Nesta terça na -feira (12), o candidato ao Governo da Paraíba pela Coligação Renovação de Verdade, Vital do Rêgo, participou de debate com médicos na Associação Médica da Paraíba – AMPB, sede da entidade na capital paraibana. Na oportunidade mais de 50 profissionais da saúde participaram do debate mediados pelo presidente da AMPB, Fábio Antônio da Rocha Souza, como através do presidente do Conselho Regional de Medicina João Gonçalves de Medeiros Filho.

Durante o encontro, Vital informou que pretende fazer uma revolução na saúde pública paraibana, o pemedebista debateu sobre diversos temas de interesses da categoria como a revisão do PCCR/SAÚDE, o descongelamento imediato do adicional de insalubridade; a resolução da crise por que passa o atual sistema de urgência e emergência no estado; sobre como pretende melhorar as condições de trabalho para categoria; a situação atual da crise da assistência materno-infantil do estado onde foi prometido uma maternidade em cada cidade e nenhuma foi entregue.

Nas andanças pelas cidades paraibanas nestes primeiros dias de campanha, o candidato da Coligação Renovação de Verdade, Vital do Rêgo, tem confirmado que a saúde pública é um dos setores que mais preocupa a população. O peemedebista reforçou que seu partido fez questão de documentar dentro das equipes de transição tudo em forma de ata que recebeu de governos passados e do que deixou em contribuição para o atual governo.

“O PMDB deixou uma rede de hospitais no governo de José Maranhão maravilhosa que lamentavelmente recebeu destruída. Eu me lembro que o hospital de Taperoá e São Bento tinha até cavalos pastando ou repousando no hospital. Então esse plano de gestão do PMDB de 22 meses foi um plano que resgatou conceitos na saúde que lamentavelmente hoje estão destruídos, pois o conceito de saúde desse atual governo é a privatização a partir da terceirização”, afirmou Vital indagando ainda que vai modificar esse conceito, pois como médico se formou para servir as pessoas com eficiência e que vai reabrir os hospitais fechados e garantir o funcionamento daqueles que são referências em serviços públicos.

Vital falou aos representantes da saúde paraibana que planeja criar um hospital de Trauma no Sertão para atender com qualidade os paraibanos radicados naquela região que muitas vezes são vítimas de acidentes de motos e tem que se deslocar para Campina ou João Pessoa chegando num estado muito frágil. Pretende ainda criar com os sindicatos da área uma Câmara permanente de diálogo com os servidores, onde pretende conduzir pessoalmente na condição de médico um sistema de gestão na saúde que possa resgatar a confiança dos paraibanos.

Vital entende que a saúde deve ser universal e com caráter humanizado, o que implica numa mudança na gestão dos sistemas de saúde e seus serviços. Ele vem ouvindo de muitos paraibanos pedidos para a melhoria do sistema de saúde e segurança no Estado.

“Levar saúde de qualidade a todos os paraibanos é fundamental, mas essa precisa ser humanizada articulando políticas públicas para que sua efetivação para o usuário e para o trabalhador de saúde aconteça de forma integrada e plena. As áreas temáticas, e as diferentes políticas nesse sentido são parcerias vitais para a efetivação da Humanização na saúde”, lembrou Vital.

Em seu plano de governo, Vital traça várias estratégias para melhorar o sistema de saúde no estado, sendo elas baseadas em três eixos: cooperação entre Estado e municípios com foco na atenção básica; implantar e melhorar os serviços e ações de média e alta complexidade no interior; e humanização e eficiência do SUS no estado.  Acompanharam o candidato a governador no debate sua mãe a deputada federal Nilda Gondim (PMDB-PB) e sua irmã a médica Rachel Gondim.

Por fim o candidato da Coligação Renovação de Verdade classificou como muito positivo o debate com a categoria e assinou termo de compromisso ao lado do presidente da AMPB Fábio Antônio, como do presidente do Conselho Regional de Medicina João Gonçalves de Medeiros Filho, no qual garante que no seu governo haverá um canal de comunicação com os profissionais do setor, no qual as políticas de saúde pública serão debatidas com representantes da área. “O candidato foi muito claro nas suas repostas e pontou sobre diversos temas que afligem a categoria”, afirmou o presidente da AMPB.

 

“Sempre pergunto se alguém se arrependeu de votar em mim e todo mundo diz que não. Isso mostra que eu honrei os compromissos que eu assumi em 2010 e, como candidato a governador, assumo outros compromissos”, disse Vital.