Área menor de produção deve diminuir volume de cana-de-açúcar, produção de açúcar e etanol



Chuvas abaixo da média histórica em diversas regiões produtoras impactam a qualidade e o rendimento médio estimado para a cana-de-açúcar na Paraíba. As informações são do 3° Boletim da Safra de Cana-de-Açúcar 2021, publicado pela Companhia Nacional de Abastecimento (Conab) nesta terça-feira (23). A expectativa é de produção na ordem de 6.117 mil toneladas do vegetal, redução de 2% em relação à safra anterior.

A retração estimada está atrelada tanto à menor produtividade média desta safra, em razão das condições climáticas oscilantes ao longo do ciclo, quanto à menor área destinada à cultura, prevista em aproximadamente 116,4 mil hectares (-1,6% em relação ao ciclo anterior). A colheita da cana-de-açúcar na Paraíba está em pleno ápice.

Destinação do produto – O indicativo é que a maior parte do produto seja destinada à fabricação de etanol em detrimento do açúcar. Todavia, os percentuais de direcionamento ainda podem variar em razão das indefinições de mercado e oscilações nos preços de comercialização tanto do biocombustível quanto do adoçante.

Confira o boletim completo no site da Conab, com informações regionais e nacionais sobre a safra de cana-de-açúcar.