Dia D da vacinação busca mais de 500 mil que não se imunizaram

Na Paraíba, cerca de 500 mil pessoas ainda não tomaram vacina contra a covid-19. Para se ter uma ideia dessa situação, só em Santa Rita, na região metropolitana de João Pessoa, são 30 mil pessoas que não procuraram tomar sequer a primeira doze do imunizante. O prefeito do município, Emerson Panta, disse que este sábado espera reduzir esse número e adiantou que as equipes de saúde vão fazer "a busca ativa" desses moradores que não estão vacinados.

Observando essa realidade, a Federação das Associações de Municípios da Paraíba (Famup) fez um apelo para que os paraibanos participem do “Dia D da Imunização” contra a doença, realizado em todo o estado neste sábado (25), das 8h às 17h.

O dia de mobilização é uma iniciativa da Secretaria de Estado da Saúde (SES-PB), em parceria com prefeitos e conta  ainda com apoio do Ministério Público Federal (MPF), Ministério Público do Trabalho (MPT) e Ministério Público da Paraíba (MP/PB).

Em Santa Rita, Emerson Panta, que é médico, lembra que já se passaram 27 dias sem um óbito por conta da Covid. Para ele, é a constatação de que a vacinação reduziu a gravidade dos casos e acelerou a desocupação de leitos hospitalares. Emerson Santa foi entrevista nesta sexta-feira (24) no programa Correio Debate, da TV CORREIO.

O “Dia D” vai possibilitar que os paraibanos completem o esquema vacinal com a primeira ou segunda dose. É importante destacar que a vacina é um direito de todos, mas também um dever em prol do bem comum. “Por isso, estamos unidos e conclamando os paraibanos que se dirijam aos postos de saúde para tomar a vacina contra a covid-19. Vamos nos proteger e proteger quem nós amamos”, destacou George Coelho, presidente da Famup.

A procuradora da República Janaina Andrade ressaltou a importância da adesão em massa e destacou que, de acordo com o artigo 3º, § 3º, da lei federal 13.979, se o cidadão tiver de dar expediente neste sábado (25), é possível ter ausência justificada. Ressalta, ainda, que “a vacinação é obrigatória e, embora não forçada fisicamente, é um dever não só individual, mas coletivo”.

Sem agendamento – Para se vacinar neste sábado o cidadão não precisa fazer agendamento. Basta levar para o posto de vacinação o cartão SUS ou CPF, documento com foto e comprovante de residência.

Assista a entrevista na íntegra do prefeito de Santa Rita ao programa Correio Debate, nos vídeos abaixo.