ALPB concede Cidadania Paraibana à Tânia Bacelar e ao professor Piva
14 de abril de 2023
Redação

A Assembleia Legislativa da Paraíba (ALPB) realizou, nesta sexta-feira (14), sessão solene para conceder Título de Cidadania Paraibana à cientista social Tânia Bacelar de Araújo e ao advogado e professor André Luiz Piva de Carvalho. A solenidade aconteceu no Plenário Deputado José Mariz, na Casa de Epitácio Pessoa, e contou com a presença de familiares e amigos dos homenageados. Presidida pela deputada Cida Ramos, autora da propositura, a mesa de abertura do evento foi formada, ainda, pelo ex-deputado estadual, procurador da Assembleia Legislativa da Paraíba e coautor da propositura, Jeová Campos; pelo professor Marcelo Sitcovsky, representando o Centro de Humanidades da UFPB; pelo professor doutor e diretor do Centro de Comunicação, Turismo e Artes da UFPB (CCTA), Ulisses Carvalho; pela ex-deputada e Secretária de Estado de Desenvolvimento Humano, Pollyanna Dutra, além dos dois homenageados.

Para a deputada Cida Ramos, as políticas públicas que a cientista Tânia Bacelar de Araújo ajudou a construir nas últimas décadas beneficiaram pessoas em todo o país, em especial pelo Nordeste, reduzindo a desigualdade social. A parlamentar destaca que a atuação da cientista na Administração Pública Federal, Estaduais e Municipais, ocupando importantes cargos, sempre se pautou em favor da parte de baixo da pirâmide social brasileira e da defesa do Nordeste, a exemplo de sua passagem pelo Ministério da Reforma Agrária, onde coordenou um grupo de trabalho interministerial, encarregado de propor a recriação da Sudene e Sudam, em 2003. “Tânia é uma referência quando falamos de pesquisas na geração de emprego e renda, e desenvolvimento do Nordeste, então, ela merece sim o Título de Cidadã Paraibana e, quis a vida, que este título viesse pelas minhas mãos”, afirmou Cida.

Advogado, jornalista, professor e pesquisador André Luiz Piva de Carvalho – o Professor Piva, como é conhecido na UFPB – é, de acordo com a deputada Cida Ramos, um estudioso da cultura e do turismo paraibano há mais de 30 anos, cujos esforços resultam em contribuições à gama de conhecimentos úteis à sociedade local, como forma de retribuir a tudo o que a Paraíba lhe proporcionou. “É um professor responsável pela formação de várias gerações que renderam muito ao estado, deu quadros ao Estado, é um pesquisador incansável que, do ponto de vista do conhecimento, já contribuiu muito. E esse Título é uma forma de dizemos ‘Piva, não vá embora. Teu lugar é nessa Paraíba, contribuindo para que ela avance”, declarou a deputada.
Natural do estado de Pernambuco, onde graduou-se em Ciências Sociais pela Faculdade Frassinetti e em Ciências Econômicas pela Universidade Católica de Pernambuco, Tânia Bacelar disse que tornar-se uma cidadã paraibana é a consolidação de uma cidadania afetiva, construída ao longo de décadas. “Para mim, é muito importante receber esse título porque sou um pouquinho paraibana também. Sou pernambucana, mas sou casada com paraibano. Então, tornar-me paraibana tem um significado muito importante”, reconheceu Tania Bacelar.
O Professor Piva nasceu na cidade de Presidente Prudente, em São Paulo, no ano de 1955, mas só se instalou de vez na Paraíba aos 32 anos, quando, atuando como advogado no Departamento Jurídico e de Marketing da Indústria de Móveis Itapuã, foi transferido durante a instalação de uma filial da empresa em solo paraibano. Para ele, tornar-se de fato e de direito um cidadão paraibano é uma honra e motivo de muita comemoração.
“A Paraíba me deu tudo o que tenho hoje: emprego, família, cultura para pesquisar e muitas oportunidades. Hoje, estou enfrentando uma felicidade muito grande, mas, ao mesmo tempo, um desafio de segurar a emoção. Eu só posso ter uma gratidão enorme, reconhecimento, amor e paixão por essa terra tão linda e seu povo que é mais lindo ainda”, afirmou Piva, sem conseguir conter as lágrimas.

Compartilhe: