ALPB concede Cidadania Paraibana ao juiz Bianor Arruda Bezerra

A Assembleia Legislativa da Paraíba (ALPB) concedeu Título de Cidadania Paraibana ao juiz federal Bianor Arruda Bezerra Neto. A Sessão Solene proposta pelo deputado Branco Mendes aconteceu no Plenário da Casa de Epitácio Pessoa nesta sexta-feira (18) e também contou com a presença do presidente da ALPB, Adriano Galdino, e do deputado João Gonçalves.

O presidente da Assembleia, deputado Adriano Galdino, parabenizou o juiz Bianor Arruda pela Cidadania e destacou que, além de uma homenagem, tornar-se paraibano de direito traz também responsabilidades para com o povo da Paraíba. “Esse Título é muito mais do que um papel, é um compromisso, é uma responsabilidade. Desejo que o doutor Bianor possa, junto conosco, paraibanos, buscar construir uma Paraíba melhor e mais justa para todos e que possamos estar unidos na defesa dos interesses do povo da Paraíba”, afirmou Galdino.

Ao conceder a Cidadania Paraibana ao magistrado, o deputado Branco Mendes ressaltou as virtudes humanas do juiz Bianor Arruda, o definindo como pessoa ética e honrada. Para o parlamentar, o juiz federal é um homem de compromisso e de conhecimento multidisciplinar. “Para mim, é motivo de orgulho. O doutor Bianor merece ser reconhecido como cidadão paraibano por tudo que ele representa para a magistratura do nosso Estado, pelos cargos que já exerceu. Atuando como juiz do TRE-PB, é um homem que brilha a toga que veste”, defino o parlamentar. Branco Mendes acrescentou ainda que o magistrado, pela maestria com a exerce sua função na Justiça, é merecedor da homenagem prestada pelo Poder Legislativo paraibano

Nascido no município de Cárceres, no Mato Grosso, Bianor Arruda Bezerra está na Paraíba desde 1980, quando seus pais, os paraibanos Severino Elias de Queiroga (in memoriam) e Ednir Wanderley Bezerra de Queiroga, decidiram mudar para João Pessoa. Na Capital paraibana, o magistrado iniciou seus estudos no Colégio Nossa Senhora de Lourdes (Lourdinas) e o ensino médio no Colégio Marista Pio X.

Hoje, casado e pais de dois filhos, Bianor Arruda é Juiz Federal da Seção Federal na Paraíba e juiz membro do Tribunal Regional Eleitoral da Paraíba (TRE-PB - da Classe Juiz federal (biênio 2021-2023). Ao tornar-se oficialmente paraibano, o magistrado definiu a homenagem como um momento de muita alegria em sua vida. “Agora, além de paraibano de sangue, que herdei dos meus pais, sou de fato e de direito. Hoje, o mais importante é o carinho que eu estou sentindo na alma, o acolhimento proveniente aí da Assembleia Legislativa, mas não só do Tribunal Regional Eleitoral, dos meus amigos e especialmente do proponente, deputado Branco Mendes e do presidente Adriano Galdino e de todos os deputados que aprovaram essa comenda e que eu tomo como uma espécie de reconhecimento.

A Sessão Solene contou ainda com a presença da desembargadora Agamenilde Dantas, do Tribunal de Justiça da Paraíba; da procurado da República, Acácia Suassuna; do juiz federal Emiliano Zapata de Miranda Leitão, além de amigos e familiares do homenageado.