ALPB premia vencedores do projeto “Inova Educação”
17 de outubro de 2023
Redação

A Assembleia Legislativa da Paraíba (ALPB) realizou sessão especial, na tarde desta segunda-feira (16), para discutir a adoção de práticas inovadoras na educação, reconhecendo o trabalho e esforço dos profissionais da área na busca da melhor formação dos alunos da Paraíba.

O evento proposto pelo deputado Chió aconteceu no plenário “Deputado José Mariz” e reuniu gestores públicos, especialistas e profissionais de Educação do estado. Na oportunidade, foram anunciados os vencedores do Projeto Inova Educação 2023.

O Projeto “Inova Educação” é uma iniciativa do gabinete do deputado Chió, que premia práticas inovadoras na educação, através da destinação de emendas parlamentares impositivas, viabilizando o desenvolvimento de projetos inovadores. “A inovação na educação é uma indutora de mudanças nos sistemas educacionais. Com inovação, os alunos se tornam agentes transformadores da sociedade, sendo estimulados a buscarem conhecimento e a aprender com as novas experiências pedagógicas”, declarou.

“Assim, um dos principais benefícios das práticas inovadoras é o engajamento dos estudantes. Os professores inovadores desempenham um papel crucial no desenvolvimento de uma cultura de aprendizado contínuo. Eles são modelos para os estudantes, mostrando que o aprendizado não se limita aos anos escolares, mas é uma jornada que dura a vida inteira”, acrescentou Chió.

Os projetos vencedores do prêmio “Inova Educação 2023”, e respectivos criadores, foram anunciados pela executiva Eloiza Lima, coordenadora-geral do projeto. Os três primeiros colocados foram: Jordânia da Costa Pereira, do Sítio Lagedo Grande, em Taperoá; Paulo Roberto Queiroz Vilar, de Taperoá; e José Joalisson Alexandrino Araújo, de Soledade, que receberão cheques de R$ 80 mil, R$ 70 mil e R$ 60 mil. Os demais, do 4º ao 6º lugar, receberam troféus e certificados. Todos também serão agraciados com Moção da Aplauso na Assembleia Legislativa. A comissão julgadora foi formada por professores de universidades federais de estados do Nordeste.

A assessora pedagógica da Secretaria Estadual de Educação, Neilze Cruz, ressaltou a importância das práticas inovadoras para estimular o trabalho dos profissionais da educação. “Hoje mesmo, o nosso governador João Azevedo já lançou e publicou o andamento do prêmio Mestre da Educação, que também contempla grandes atividades que os professores fazem em sala de aula. São projetos que serão premiados agora, ao final do ano letivo”, disse.

A professora Leila Rocha Sarmento Coelho, vencedora de uma das edições anteriores, recebeu uma homenagem especial no evento. “Eu acredito que seja o reconhecimento de toda uma docência, de toda uma luta contra uma outra educação possível, que não é essa que está posta. Uma educação que a gente vem desenvolvendo. Um projeto educativo com outra alternativa em educação, onde as crianças de fato são protagonistas do processo, onde a gente utiliza os princípios freirianos (Paulo Freire) do protagonismo, da autonomia, da dialogicidade” disse.

Também prestigiaram o evento a professora Maria da Guia Lucena, secretária da Educação do município de Picuí; a executiva Claudia Leal, representando a Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Estado da Paraíba (Fecomércio), que é parceira do projeto “Inovar Educação”; e o professor José Hilton Silva Dantas, representando as Gerências da Educação do estado.

Compartilhe: