APLP é contra retorno da aulas presenciais no Estado este ano

A Associação dos Professores em Licenciatura Plena da Paraíba é contra o retorno das aulas, mesmo de forma híbrida, a partir da próxima quinta-feira. O anúncio foi feito pelo secretário estadual de Educação, Cláudio Furtado. O presidente da APLP, Bartolomeu Pontes, disse que os professores não se sentem seguros para retornar às aulas este ano. Ele disse que, a pandemia tem sido muito dura com os professores da rede estadual de ensino. "Eles foram obrigados a se reinventar, comprar equipamentos, celulares e computadores para dar aula online aos alunos", comentou.

Bartolomeu considera que este ano foi perdido para educação estadual. "Em turma de 50 alunos, os professores relatam que cama aula a cinco, dez alunos. Tivemos um prejuízo muito grande. Vamos levar vários anos para recuperar esse prejuízo para a educação da Paraíba", disse. Ele lembrou que o governo está anunciando a distribuição de notebooks, mas que esses equipamentos estão chegando com atraso.

A APLP observa ainda que o Plano de Cargos, Carreira e Salários dos professores está com sua revisão atrasada. "Esse Plano foi feito no governo Cássio (Cunha Lima), passou pelo governo Ricardo (Coutinho) sem qualquer revisão e nunca foi para Assembleia, agora chega no governo João (Azevedo)e o secretário diz que esse revisão acontecerá. Esperamos que isso se dê da forma mais rápida possível", comentou Bartolomeu Pontes, presidente da entidade.