‘Bloquinho’ da ALPB no abre alas dos governistas

Em tempo de folia, é melhor ficar atento para não atravessar o samba. O 'bloquinho', já chamado de G9, pede passagem com seu enredo costurado nos bastidores da Assembleia Legislativa e chama atenção da velha guarda socialista.

O 'bloquinho' tem nove deputados estaduais aliados ao governador João Azevêdo, mas já começa a atuar como a mocidade independente governista. Atuou não só nos bastidores da composição da Comissão de Constituição e Justiça, como na definição da Comissão dos Direitos Humanos, que era dada como certa à deputada estadual Estela Bezerra (PSB).

Ontem, na 98 FM, o deputado estadual Nabor Wanderley (PRB) integrante do G9 revelou uma insatisfação de alguns aliados com a falta de reunião com o governador João Azevêdo. Nabor se referia à falta de definição de espaços na base. Os aliados querem saber quais as nomeações poderão indicar.

Nesta sexta-feira (22), em Santa Rita, o governador João Azevêdo disse desconhecer as queixas dos aliados.

No programa Correio Debate, da TV Correio, uma matéria destacou a atuação do 'bloquinho' nos bastidores da Assembleia Legislativa. Assista.