Cabo Gilberto toma vacina e cobra volta das sessões híbridas na ALPB

O deputado estadual Cabo Gilberto (PSL) surpreendeu hoje, na abertura da sessão da Assembleia Legislativa, ao mostrar seu cartão de vacina, comprovando que tomou a primeira dose do imunizante Coronavac. Mesmo assim, ele manteve seu posicionamento de ser contra o passaporte da vacina. Ele lamentou que tivesse sido atacado pelos parlamentares, principalmente dos que integram a base do governo.

Ele disse que foi uma "exposição desnecessária" e que foi atacado pelos aliados do governador de forma proposital. Cabo Gilberto disse que não pode ser responsabilizado pelo fechamento da Assembleia Legislativa e afirmou que nenhum outro parlamento no Brasil tem a obrigatoriedade de apresentação do passaporte de vacina.

Cabo Gilberto argumentou que os deputados do governo colocaram a pecha de antivacina, por não querer o retorno presencial das sessões. O deputado pediu ao presidente da ALPB, Adriano Galdino, que faça retornar imediatamente as sessões híbridas, "Tomei hoje mesmo a vacina e foi a Coronavc, como qualquer cidadão toma. Tomei em Mangabeira, sem problema nenhum. Não existe mais desculpas para a Assembleia Legislativa continuar fechada", disse.