Cajazeirense é vencedor do Prêmio Professor Transformador, no ensino médio

A organização do Prêmio Professor Transformador, promovido em conjunto pelo Instituto Significare e Bett Educar, torna conhecidos os vencedores da segunda edição e a classificação final nas categorias Educação Infantil, Ensino Fundamental I e II e Ensino Médio. Os resultados foram divulgados na tarde desta quarta-feira, 11, durante a Bett Brasil 2022, maior evento de Educação e Tecnologia da América Latina e que está sendo realizado no Transamerica Expo Center, em São Paulo (SP).

Categoria: Educação Infantil

A vencedora foi a Profa. Andrea Lange, de Joaçaba (SC), com o projeto Eu e você: no nosso mundo, as nossas diferenças nos tornam iguais. A iniciativa tem como finalidade desenvolver e valorizar o reconhecimento da segunda língua oficial do Brasil, a Linguagem Brasileira de Sinais - Libras.



























Profa. Andrea Lange, de Joaçaba (SC), vencedora da categoria Educação Infantil. Crédito da imagem: Divulgação




Em segundo e terceiro lugares ficaram, respectivamente: a Profa. Valéria Mariano de Lima, de Cubatão (SP), com o projeto “A Liga da Reciclagem”; e a Profa. Alessandra de Melo, de Luziânia (GO), com o projeto “O Carteiro Chegou”.

Categoria: Ensino Fundamental I

A Profa. Karina Letícia, de Timóteo (MG), foi a vencedora, com o projeto “Câmara Mirim 2019”. A prática pedagógica da educadora levou os alunos a discutirem os diferentes pontos de vista sobre assuntos como preconceitos, discriminação e intolerância, buscando entendimento e diálogo aberto.



























Profa. Karina Letícia, de Timóteo (MG), vencedora da categoria Ensino Fundamental I.

Crédito da imagem: Divulgação




Em segundo lugar, ficou o projeto “Cadê o mosquito que estava aqui? O sapo comeu”, desenvolvido pela Profa. Eliane Babi Lohse, de Castro (PR). E na terceira colocação, o projeto “Escola Humanizada: Acolher, Escutar e Pertencer”, do Prof. Carlos Henrique Patrício, de Magé (RJ).

Categoria: Ensino Fundamental IIA vencedora foi a Profa. Celiana Mota, de Brasília (DF), com o projeto “Desiderata”, criado com o intuito de promover o protagonismo estudantil buscando despertar a criticidade, a capacidade de argumentação e a participação de toda a comunidade escolar. A metodologia incluiu a promoção de rodas de conversa com especialistas, uso de vídeos temáticos, incentivo à leitura, produção de textos e a elaboração de um Diário de Bordo.



























Profa. Celiana Mota, de Brasília (DF), vencedora da categoria Ensino Fundamental II.

Crédito da imagem: Divulgação




Terminaram em segundo e terceiro lugares na categoria, respectivamente: o Prof. Luciano Sanches, de Palmas (TO), com o projeto “Shogi na Escola”; e o Prof. Wagner Severgnini, de Caçador (SC), com o projeto “Aquecendo Corações”.

Categoria: Ensino MédioO Prof. Renato Nunes Ramalho, de Cajazeiras (PB), venceu a categoria com o projeto “Reaproveitamento das águas pluviais e cinzas nas escolas do semiárido paraibano”. O projeto foi desenvolvido com o intuito de transformar o espaço escolar em um local de inovação de pequenas ideias e de pluralismo cultural, enfatizando que a sustentabilidade não é feita somente de forma individual ou de pequenos grupos segregados.



























Prof. Renato Nunes Ramalho, de Cajazeiras (PB), vencedor da categoria Ensino Médio. Crédito da imagem: Divulgação




Em segundo lugar, ficou o Prof. Adilson Pontes da Silva, de Camutanga (PE), com o projeto “As verduras e legumes aproveitáveis e o extrato que dá gosto”; e na terceira colocação, o Prof. Marcelo Luiz de Souza, do Rio de Janeiro (RJ), com o projeto “Práticas corporais dos povos indígenas: corpo - cultura - inclusão - cidadania”.

Ao todo, mais de 800 projetos foram inscritos na segunda edição do Prêmio Professor Transformador, que se destaca por reconhecer iniciativas alinhadas às diretrizes da BNCC (Base Nacional Comum Curricular) e que estejam contribuindo para promover uma Educação Transformadora nos quatro níveis do Ciclo Básico (Infantil, Fundamental I e II e Médio).

Os professores vencedores em cada categoria receberão prêmio de R$ 7 mil, troféu, certificado, divulgação do projeto em matéria especial para veiculação na mídia e o certificado “Escola que acredita na transformação pela Educação”. Já os segundos e terceiros colocados em cada categoria receberão R$ 2,5 mil, troféu, certificado e a oportunidade de apresentar seus projetos na Bett Brasil.Todas as informações sobre o Prêmio Professor Transformador podem ser acompanhadas pelo blog do Instituto Significare.

Sobre o Instituto Significare

O Instituto Significare surgiu com o objetivo de promover e estimular o desenvolvimento de práticas de Educação Transformadora, por meio de iniciativas como o Prêmio Professor Transformador.