Calçadinha da orla do Cabo Branco está se despedaçando e nada é feito

Há seis meses, pelo menos, a calçadinha do final da orla da praia do Cabo Branco, entre o retorno e o início da ladeira (que está interditada para veículos) está se desmanchando. E isso não é força de expressão. E vários pontos a força do mar derrubou a estrutura de concreto, minando por baixo o que foi cimentado. Nas últimas semanas, a distância do trecho afetado aumentou. O que chama a atenção é que não qualquer intervenção da Prefeitura de João Pessoa (até esta segunda-feira à tarde, 4 de outubro), para solucionar esses problemas.

Um pier de concreto, em frente a um hotel no final da orla do Cabo Branco está prestes a desabar. O local foi interditado com placas de alumínio e fita de plástico amarela, sinalizando o perigo para ciclistas e pedestres que sempre ficam por ali para conseguir uma foto panorâmica da orla, com ângulo de visão para a praia de Tambaú. O local foi construído por uma cessão da PMJP, numa parceria público/privada com o hotel.

Seguindo em direção à barreira do Cabo Branco, o problema só aumenta. Já tem vários trechos interditados da calçadinha e, pelo que se vê, a erosão avança em direção ao asfalto. Efetivamente, nada foi feito pela gestão municipal que, claro, explica que isso é obra da força da natureza. Sabe-se disso, nas também é do conhecimento de todos que, quando o poder público interviu no local para fazer a calçadinha e a ciclofaixa assumiu a responsabilidade de manter-las em perfeitas condições de funcionamento.

O que se vê hoje, pela galeria de fotos que posto abaixo, é um abandono do poder público, esperando que o mar avance ainda mais, sem nenhum planejamento plausível de contenção.