Cássio garante programa Leite da Paraíba

O senador Cássio Cunha Lima (PSDB), candidato a governador do Estado pela Coligação “A Vontade do Povo”, garantiu que retomará o Programa Pão e Leite, batizado em seu governo como “Leite da Paraíba”, caso seja eleito em 5 de outubro. No período em que esteve no governo, a ação chegou a distribuir, gratuitamente, até 130 mil litros do alimento todos os dias. Atualmente, o programa está praticamente desativado, deixando milhares de famílias desamparadas.

O programa social, lançado durante o mandato de Cássio e que contava com parceria Governo Federal, tinha dois objetivos centrais: diminuir os números de desnutrição das crianças da Paraíba, já que muitas famílias não tinham condições financeiras para oferecer um alimento de qualidade aos seus filhos e impulsionar o setor pecuarista do Estado, que sofre com os problemas gerados pela estiagem no Semiárido.

- Esse é um programa que gera renda, incentiva uma das nossas vocações, que é a produção de leite de caprino e de vaca, mata a fome dos necessitados e ainda faz aumentar o nosso rebanho, além de mostrar que é possível produzir e ganhar dinheiro no Semiárido nordestino - disse o senador, em recente entrevista.

Na nova gestão de Cássio, o programa, que além de ser retomado será ampliado, vai seguir os mesmos moldes. Terão acesso ao “Leite da Paraíba” crianças de 6 meses a 6 anos e onze meses, e que tenham o registro civil de nascimento. Será exigido das famílias o cartão de vacinação, em dia, das crianças, segundo o senador e candidato ao Governo.

Queda no rebanho da PB

Nos últimos anos, o que vimos foi uma redução drástica no rebanho da Paraíba. Segundo a última pesquisa da Produção da Pecuária Municipal, divulgada pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), em outubro do ano passado, o Estado registrou a maior redução de rebanho bovino no país em 2012. A perda foi de 407.201 animais. Ainda de acordo com o levantamento, o gado de grande porte da Paraíba diminuiu 28,6%.

A pesquisa ainda revelou que o Estado também teve uma redução significativa na produção de leite, mais uma vez a maior do país. As perdas acumuladas em 2012  são de 39,9% em comparação com 2011. Diferentemente da gestão de Ricardo Coutinho, que não dialoga com as classes, Cássio vai conversar com os pecuaristas e retomar o “Leite da Paraíba”, que vai incentivar o crescimento do rebanho e desenvolver a economia em várias regiões da Paraíba.