CMJP e ALPB lamentam morte de João Claudino

A Mesa Diretora da Câmara Municipal de João Pessoa (CMJP) expressa seu profundo pesar pela morte do empresário João Claudino Fernandes, de 89 anos, que nos deixou, nesta sexta-feira, 24, em Teresina, capital do Piauí.

João era um exemplo de capacidade empreendedora, disposição e amor à sua terra e ao desenvolvimento do país. Seu falecimento nos entristece, mas ao mesmo tempo, deixa a certeza de um legado que levou para além de nossas fronteiras, a importância da Paraíba, eternizada em seu mais conhecido empreendimento, o Armazém Paraíba, homenagem feita por Seu João à terra natal.

A Mesa Direta da Câmara transmite seus sentimentos à família, funcionários e amigos de João Claudino.

O presidente da Assembleia Legislativa da Paraíba (ALPB), Adriano Galdino, em nome de todos os parlamentares da Casa Epitácio Pessoa, também lamentou a morte do empresário João Claudino Fernandes e prestar condolências aos seus familiares, amigos e funcionários.

O empresário se destacou com seu trabalho como co-fundador do Grupo Claudino, conglomerado com 13 empresas que gerou e ainda gera empregos a centenas de paraibanos. Ele iniciou sua carreira profissional na cidade de Cajazeiras, ainda na década de 1950.

João Claudino tinha 89 anos e estava internado em um hospital de Teresina, onde lutava contra um câncer. Ele é pai do ex-senador João Vicente Claudino e ainda teve outros quatro filhos.