CMJP ganha tons rosa pela campanha contra câncer de mama

Por todo o mês de outubro, a fachada da Câmara Municipal de João Pessoa (CMJP) terá tons de rosa, em adesão à campanha ‘Outubro Rosa’, ação de combate ao câncer de mama. O movimento é uma campanha de conscientização que tem como objetivo principal alertar as mulheres e a sociedade sobre a importância da prevenção e do diagnóstico precoce do câncer de mama e mais recentemente sobre o câncer de colo do útero.

“A Câmara têm aderido todos os anos ao Outubro Rosa por entender a importância da prevenção no trabalho de salvamento de vidas. O reforço da campanha é importante, mas as pessoas têm que estar ligadas que o trabalho preventivo deve ser feito no ano inteiro”, destacou o presidente da CMJP, vereador Dinho Dowsley.

De acordo com o Instituto Nacional de Câncer (Inca), o câncer de mama ocupa a primeira posição em mortalidade por câncer entre as mulheres no País, com taxa de mortalidade ajustada (que mede os riscos em termos percentuais) por idade, pela população mundial, para 2019, de 14,23 por 100 mil habitantes. As maiores taxas de incidência e de mortalidade estão nas regiões Sul e Sudeste do Brasil.

A data

O ‘Outubro Rosa’ teve início nos Estados Unidos, na década de 1990, sendo hoje celebrado em várias partes do mundo. Ele recebeu esse nome em referência à cor do laço distribuído pela Fundação Susan G. Komen for the Cure aos participantes da primeira Corrida pela Cura, realizada em Nova Iorque, em 1990, a qual, desde então, passou a ser promovida anualmente na cidade.

No Brasil, a primeira iniciativa pelo ‘Outubro Rosa’ foi a utilização de iluminação rosa no monumento Mausoléu do Soldado Constitucionalista (mais conhecido como o Obelisco do Ibirapuera), na cidade de São Paulo (SP), em 2002. Desde então, a ideia é reproduzida em várias cidades do país como forma de divulgar o movimento.

Nos últimos anos, e a cada mês, a Casa Napoleão Laureano vem aderindo, também, a outras campanhas importantes, estimulando um debate essencial, por exemplo, sobre a prevenção a acidentes de trânsito, a prevenção ao suicídio e, agora, sobre a conscientização e prevenção ao câncer de mama.