Danilo Cabral toma posse na Sudene e promete “um Nordeste unido, justo e inovador”
10 de julho de 2023
Redação

“Sonhamos em construir um Nordeste justo e inovador, com a paixão proporcional ao desafio”. Com essas palavras, o superintendente Danilo Cabral tomou posse solenemente nesta segunda-feira (10) como novo líder da Superintendência do Desenvolvimento do Nordeste (Sudene). A transmissão do cargo foi conduzida pelo ministro da Integração e Desenvolvimento Regional (MIDR), Waldez Góes, com a presença de governadores, vice-governadores, parlamentares, prefeitos e outras lideranças políticas do Nordeste. A cerimônia ocorreu na Escola Judiciária de Pernambuco (Esmape), na capital pernambucana.
O novo gestor da Sudene destacou que estar à frente da autarquia é um grande ato de união pelo Nordeste. Em seu discurso, Danilo Cabral destacou a necessidade de restabelecer o diálogo com a própria região, em um momento de retomada da autarquia como instância de debate e de planejamento regional. “Precisamos fazer o reencontro da instituição com o Nordeste. Nosso compromisso é reduzir desigualdades regionais. Nosso desafio é fazer com que a economia do Nordeste volte a crescer acima do Brasil e patrocinar nas políticas públicas para garantir cidadania”, declarou o superintendente.
A frente da Sudene, Danilo Cabral coordenará as ações da autarquia com reflexos em mais de dois mil municípios. Para promoção do desenvolvimento sustentável desta área, que compreende todo o Nordeste e parte dos estados de Minas Gerais e Espírito Santo, a Lei Complementar 125/2007, aponta como principais instrumentos da instituição o Plano Regional de Desenvolvimento do Nordeste (PRDNE), os fundos regionais FNE e FDNE, além de outros mecanismos financeiros, como a administração de incentivos fiscais.
Somente considerando as linhas de financiamento oferecidas e administradas pela Sudene, são mais de R$ 35 bilhões em crédito para estimular empreendimentos produtivos desde o micro ao grande investidor. Já o plano regional – principal item de pauta da 31ª reunião do Conselho Deliberativo da Sudene – destaca as estratégias de atuação territorial da autarquia, indicando políticas e projetos para fortalecer as vocações econômicas da área da Sudene e mitigar os desafios sociais que ainda persistem na reunião.
O ministro Waldez Góes, da Integração e Desenvolvimento Regional, salientou a experiência acumulada e capacidade de liderança, articulação e empatia de Danilo Cabral no campo político. “Não tenho dúvida de este momento é uma retomada da agenda para os brasileiros que mais precisam. Viva a Sudene, viva o povo nordestino. E seguiremos juntos pelo Brasil”, encerrou.
A posse do superintendente da Sudene foi prestigiada por diversos representantes dos poderes executivo e legislativo federal, estadual e municipal, além de instituições financeiras, movimentos sociais. Entre os presentes, estavam os ministros André de Paula (Pesca e Aquicultura) e Luciana Santos (Ciência, Tecnologia e Inovação), os senadores por Pernambuco Humberto Costa e Teresa Leitão, além dos governadores João Azevedo (Paraíba), Fátima Bezerra (Rio Grande do Norte), a vice-governadora de Pernambuco, Priscila Krause, o prefeito do Recife João Campos e o presidente do Banco do Nordeste, Paulo Câmara.

Compartilhe: