Decisão apertada em favor do PT-PB

Foi uma decisão apertada, que mereceu o voto de minerva do presidente do Tribunal Regional Eleitoral, o desembargador Saulo Benevides. Mas foi mantida por 4 votos a 3 a coligação na Paraíba entre o PT e o PSB. Os advogados do PMDB já anunciaram que irão recorrer da decisão junto ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE).

Para o advogado Marcos Tulio, a decisão do TRE-PB foi uma vitória da democracia e do devido processo legal. “Apesar do placar apertado, o PT saiu satisfeito com o resultado do julgamento, porque ficou consignado na decisão da corte o que determina a lei: ou seja, devemos respeitar a legislação eleitoral e o Estado do partido”, afirmou.

Para o advogado Carlos Fábio, que representou o PMDB, o TRE-PB se equivocou ao tomar esta decisão, pois a decisão superior do PT respeita uma resolução nacional, tomada de forma colegiada e não isoladamente pelo presidente Ruy Falcão. “Espero que o TSE estanque esta dúvida. Mas, entendo que a decisão de Ruy Falcão não foi monocrática, mas sim uma decisão colegiada”, sustentou.

Sobre este tema foi o comentário desta segunda-feira (04) no Jornal da Correio, na TV Correio.

[yframe url='https://www.youtube.com/watch?v=pbOejjwQ-wY&list=UUrGgio0WdYhiZ_T6jFPOhaw']