DEM e PSL selam fusão e nova legenda ainda não nome

Prego batido e ponta virada. Democratas e PSL se fundirão, para que surja uma nova legenda. Ainda não tem nome e nem número, mas as tratativas estão bem adiantas. O deputado Efraim Filho, líder do Democratas na Câmara Federal, revelou, em entrevista ao programa Correio Debate da TV CORREIO, que o seu partido reuniu a Executiva Nacional para debater a ideia. "A percepção é de um ponto de vista estratégico e inteligente. Vamos formar o maior partido do Congresso Nacional", disse.

A nova sigla ficará com a maior bancada do Congresso Nacional, o maior fundo partidário e o maior tempo de televisão. Efraim disse que nesse primeiro momento a conversa está restrita ao Democratas e ao PSL. Tempos atrás, cogitou-se a união também do Progressistas. A bancada federal chegará a 82 deputados federais. "Tudo isso reforça a estrutura e direção política do partido", observou Efraim.

O presidente nacional da nova legenda ficará na presidência de Luciano Bivar (atual presidente do PSL) e na secretaria geral o ex-prefeito de Salvador, ACM Neto. Na Paraíba a direção da executiva estadual ainda será definida. "A ideia é ter uma gestão compartilhada para que possamos crescer juntos. Nosso projetos não se conflitam, porque vou ser candidato a senador e ele a deputado federal", comentou.

Assista o vídeo abaixo com a entrevista, na íntegra, do deputado federal Efraim Morais ao programa Correio Debate, na TV CORREIO.

<iframe width="560" height="315" src="https://www.youtube.com/embed/aji0rVoWCdc" title="YouTube video player" frameborder="0" allow="accelerometer; autoplay; clipboard-write; encrypted-media; gyroscope; picture-in-picture" allowfullscreen></iframe>