Deputados debatem políticas públicas de segurança

O presidente da Assembleia Legislativa da Paraíba (ALPB), Adriano Galdino, e os deputados Camila Toscano, Delegado Wallber Virgolino, Dr. Érico, Júnior Araújo, Jutay Meneses, Lindolfo Pires, Raniery Paulino,, Ricardo Barbosa, Taciano Diniz e Wilson Filho participaram, nessa quinta-feira (3), do 5º Seminário Regional de Promoção e Defesa da Cidadania, promovido pela União Nacional dos Legisladores e Legislativos Estaduais (Unale).

O evento, que ocorreu na Assembleia Legislativa de Pernambuco (Alepe), em Recife, teve como tema central a busca pela valorização da vida. Os participantes discutiram a indicação de ações de prevenção ao suicídio e à automutilação, violência contra a mulher e a defesa do Sistema Único de Segurança Pública (Susp).

“Diversos deputados estaduais estiveram presentes, nesse evento patrocinado pela Unale, e estamos realmente muito felizes por participar desse debate. Sobre segurança pública, eu dei a minha sugestão e lembrei que, lá atrás, quando os municípios não participavam da saúde pública, o serviço era bem pior. Na hora que os municípios começaram a receber recursos para também fazer saúde pública, o atendimento melhorou no Brasil todo. Está na hora dos municípios também receberem recursos para investirem em segurança”, afirmou o presidente Adriano Galdino.

O presidente da Alepe, Eriberto Medeiros, ressaltou o caráter de unidade e harmonia entre os Parlamentos brasileiros no debate de assuntos relevantes para o país. “Hoje, o nordeste esteve todo unido aqui com diversos parlamentares de todo o Brasil, através da Unale, que é a associação de todos os deputados estaduais do Brasil e conta com mais de mil parlamentares das 27 Casas legislativas. Então, Pernambuco sediou esse seminário que vem interagir com o debate da humanização, diante dos temas que são colocados aqui, marca um momento muito importante”, disse Eriberto Medeiros

O evento contou com uma palestra do governador da Paraíba, João Azevêdo, que destacou as principais políticas públicas implantadas no estado para aprimorar a gestão de segurança e reduzir os números da violência. “Nós fazemos gestão pública justamente para isso, e a melhor forma é compartilhar as experiências bem sucedidas e poder apresentar aquilo que ainda temos para avançar e o caminho que temos que percorrer. Então, participar dessa reunião com parlamentares de todo o Brasil é extremamente importante”, pontuou.

O deputado Ricardo Barbosa, que ocupa o cargo de vice-presidente da Unale, afirmou que serão encaminhadas propostas consolidadas ao longo das atividades do evento ao Governo Federal. “Estamos muito felizes de dividir com a Alepe e com todos os deputados do Brasil essa rica experiência que busca aprimorar as políticas públicas em nossos estados e em nosso país”, declarou.

Na pauta do seminário, o grupo de trabalho sobre violência contra a mulher destacou a necessidade de medidas protetivas e outras políticas públicas que beneficiem às vítimas de violência. “É um tema que a nossa Assembleia já vem trabalhando. Eu, enquanto presidente da Comissão dos Direitos da Mulher da ALPB, tenho buscado meios e soluções para essa violência pelo número crescente de mulheres violentadas na nossa Paraíba. Num seminário como esse, é o momento de se fazer um networking, de ouvir e de aprender também com os outros estados”, disse Camila Toscano.

Já o grupo de trabalho que tratou das ações de prevenção ao suicídio e à automutilação ressaltou a importância da Rede de Proteção à Vida. “Eu tenho feito essa discussão na Assembleia. Já é o terceiro ano que fazemos audiências públicas e sessões em relação ao suicídio. Os índices não são favoráveis só na Paraíba, mas no Brasil como um todo. Então, são dados muito alarmantes e esse seminário é justamente para refletirmos e envolver a ALPB, que aqui está incorporada através do presidente Adriano e diversos deputados, nesse sentimento de defender o que é essencial: a vida”, concluiu Raniery Paulino.