DPE fez 1,2 mil atendimentos em julho

Mais de 1,2 mil cidadãos foram atendidos este mês pelo projeto Defensoria Itinerante em cidades do Agreste e Cariri paraibano. A programação de julho encerrou no último sábado, na cidade de Alcantil, depois de passar por 12 municípios. A ação leva assistência jurídica integral e gratuita à população, em especial aos cidadãos mais vulneráveis que não têm condições econômicas de se deslocar até um Núcleo da Defensoria Pública do Estado (DPE-PB).

O roteiro teve início em Ingá, no Agreste, e continuou pelos municípios de Taperoá, Monteiro, Amparo, Prata, Sumé, Camalaú, São José dos Cordeiros, Parari, Livramento, Coxixola, Riacho de Santo Antônio e Alcantil

"O balanço é muito positivo porque conseguimos chegar a muitas pessoas que precisavam dessa assistência, mas não tinham condição de se deslocar até a comarca para ter acesso a Justiça gratuita. O  grande feito desse projeto é justamente esse: chegar as pequenas cidades e atender a população que mais necessita", avaliou o defensor público-geral da Paraíba, Ricardo Barros.

ALCANTIL - Na cidade, a ação contou com a parceria da Prefeitura Municipal de Alcantil. O prefeito Cícero do Carmo visitou a unidade móvel, acompanhado do vice-prefeito, Noval, vereadores e secretários municipais.

"Essa parceira com a DPE foi muito importante porque a nossa comarca é em Boqueirão. Então a nossa população para resolver qualquer tipo de litígio precisa se deslocar até a comarca. Com a vinda da Defensoria facilitou bastante para muitas pessoas. Eu soube que foram realizadas conciliações e isso é muito bom porque os interessados ganham tempo, não precisa sair da cidade", disse o prefeito Cícero, que aproveitou a oportunidade para agradecer ao DPG e a defensora coordenadora do projeto, Josefa Elizabete Barbosa.

SERVIÇOS - O assessor jurídico da Defensoria Itinerante, Newton Soares, relembra que o projeto, assim como a DPE-PB de um modo geral, atende casos jurídidos de toda natureza, execeto àqueles ligados ao direito previdenciário e trabalhista. "Ações civeis, criminais, de família, do direito do consumidor, da criança e do adolescente, recursos, contestações, toda essa gama é contemplada pela Defensoria Pública do Estado", explicou.