Governo distribui mais de 4 milhões de alevinos

O governador João Azevêdo comentou, nesta segunda-feira (16), durante o programa Conversa com o Governador, sobre a importância do Programa de Peixamento, executado pela Secretaria de Estado do Desenvolvimento da Agropecuária e da Pesca que, este ano, já distribuiu 4 milhões de alevinos para produtores da agricultura familiar, e tem a meta de atingir 5 milhões de alevinos até o fim do ano.

Até o início deste mês, cerca de 2.600 produtores da agricultura familiar foram beneficiados, 2.579 açudes foram peixados em 82 municípios e cerca de 12.900 famílias foram beneficiadas com a distribuição de alevinos das espécies tambaqui, carpa, tambatinga e tilápia.

Na oportunidade, o governador ressaltou que o Programa de Peixamento tem um alcance social muito grande. “Determinamos, para este ano de 2021, uma meta ousada que é distribuir 5 milhões de alevinos em 144 municípios que tenham açudes com nível de água adequado. Até agora, já atingimos 4 milhões de alevinos distribuídos, então vamos, sim, conseguir bater essa meta. Essa é uma ação que, além de produzir e gerar renda, também garante alimentos. O objetivo é ter um alcance social expressivo com alimento para as famílias que vivem da pesca na Paraíba”, falou.

E prosseguiu: “Esse é um Governo de inclusão, que olha para todos. A agricultura familiar é muito importante e precisa de investimento. Estamos investindo US$ 80 milhões dentro do projeto Cooperar, em segurança hídrica, em treinamento, em arranjos produtivos. É dessa forma que fazemos com que a agricultura familiar cresça na Paraíba”.

O secretário do Desenvolvimento da Agropecuária e da Pesca, Efraim Morais, comentou sobre a conclusão de mais uma etapa de distribuição de peixes. “Na cidade de Serra Branca concluímos uma etapa importante, que é a distribuição de peixes para os açudes do Cariri paraibano. Chegamos exatamente aos 4 milhões de alevinos. Fizemos o sertão, fizemos o Curimataú, o Vale do Piancó, agora o Cariri. E se Deus permitir, na próxima semana, estaremos concluindo os nossos trabalhos na região da Borborema e do brejo paraibano, para que possamos alcançar a meta desejada, audaciosa que foi a de chegar a 5 milhões de alevinos este ano”, destacou.

O produtor de Barra de Santa Rosa, Francis Nunes, falou sobre a alegria de receber esses alevinos. “Essa é uma fonte de renda para o pescador, que a gente vem recebendo todo ano. O governador sempre está mandando esse peixe aqui para a gente. O peixamento do açude Curimataú, daqui de Barra de Santa Rosa, é uma fonte de renda que a gente tem”, comemorou.