Grupamento de Engenharia terá palestra sobre Escola de Sargentos

O Exército Brasileiro desenvolve, atualmente, o projeto de construção da Escola de Sargentos do Exército (ESE), que será erguida no Campo de Instrução Marechal Cavalcanti de Albuquerque (CIMNC), localizado na área territorial do município de Abreu e Lima, em Pernambuco. O custo estimado do empreendimento é de R$ 1,8 bi, com estimativa de gerar 11 mil empregos diretos e 17 mil indiretos. No dia 24 de novembro, sexta-feira, o General de Brigada Nilton Batista Moreno Júnior, Assessor de Gestão de Projetos Estratégicos do Comando Militar do Nordeste, estará em João Pessoa, no 1º Grupamento de Engenharia, para fazer uma explanação sobre o assunto, com presença de empresários, docentes de instituições de nível superior, representantes de órgão públicos, de órgãos ambientais e da imprensa local.

A ESE surge para substituir a atual Escola de Sargentos das Armas (ESA), situada em Três Corações (MG). O projeto de construção da nova Escola está inserido no Programa Estratégico de Educação e Cultura do Exército Brasileiro, caracterizado como um empreendimento, de caráter militar, destinado à formação e o preparo de uma parcela expressiva da Força Terrestre: os Sargentos. A inauguração da ESE está prevista para o ano de 2034 e a iniciativa possibilitará a implementação de inúmeras ações estratégicas, também voltadas à melhoria das condições sociais e econômicas do entorno da área onde será ativada.

O Exército Brasileiro e o Departamento de Educação e Cultura do Exército (DECEx) estão adotando as melhores práticas de sustentabilidade, gestão ambiental e governança no planejamento da construção desse complexo escolar. Nesse sentido, a esfera acadêmica, por meio de suas referências presentes no Nordeste, coopera de forma colaborativa e proativa. O total de 34 professores doutores de oito universidades participaram de um Simpósio de Sustentabilidade, desenvolvido em novembro de 2022, que discutiu aspectos do tema em projetos de arquitetura, acreditações e certificações, modelagem de informação da construção (BIM), com a finalidade de desenvolver, de forma integrada aos profissionais da Diretoria de Patrimônio Imobiliário e Meio Ambiente (DPIMA) do Exército, possíveis soluções inovadoras de compensação ambiental para a construção da Escola.

Os projetos incorporam uso racional dos espaços, planejamento de edificações com conforto térmico, iluminação natural e minimização no consumo de água e energia elétrica, além das certificações nos materiais, projetos e obras. O emprego de fontes renováveis de energia, com plantas fotovoltaicas de até 5 MW e a tecnologia de reúso da água também são destaques. Uma compensação ambiental inteligente, que agregará muito mais que o simples cumprimento formal das exigências legais, está sendo concebida, visando à implementação de corredores ecológicos, ligando fragmentos de mata atlântica, recuperação de margens degradadas dos cursos d’água da região e outras iniciativas que entreguem à sociedade um legado ambiental diferenciado.

Pela proximidade geográfica, a Paraíba também será beneficiada com esse projeto. Primeiramente, durante a fase de construção, que demandará insumos aqui produzidos e comercializados, bem como empresas e mão de obra locais qualificadas. Mais tarde, com o funcionamento da Escola, proporcionando, aos jovens paraibanos, a possibilidade de alcançar uma carreira sólida e fomentando o turismo do estado, que certamente será explorado pelo corpo docente, discente e pelos servidores da ESE, um efetivo aproximado de 6 mil pessoas bem ao lado. A rede hoteleira também será demandada pelos alunos aos fins de semana, assim como por seus familiares, durante eventos que reunirão, em ocasiões específicas, milhares deles, provenientes de todo o País, o que significa injeção de vultosos recursos na economia local.





Palestra: Construção da Escola de Sargentos do Exército

Palestrante: General de Brigada Nilton Batista Moreno Júnior

Data: 24 de novembro, sexta-feira

Horário: 10h

Local: Auditório do 1º Grupamento de Engenharia

Assessoria de Imprensa: Major Andréia Arruda, 83 99994.6207