Hotéis e alimentação têm queda de 80% em JP

Uma conta que não vai fechar. O setor de hospedagem e alimentação, só em João Pessoa, já contabiliza mais de mil demissões e queda superior a 80% no faturamento por causa da pandemia provocada pelo novo coronavírus. A previsão do presidente do Sindicato das Empresas de Hospedagem e Alimentação de João Pessoa (SEHA-JP), Graco Parente, é que o setor será reduzido pela metade.

Quanto mais se alongam as medidas de proíbem funcionamento de hotéis, bares, restaurantes, pousadas e afins, mais se conta prejuízo. Cerca de 20% das empresas do segmento em João Pessoa já encerraram suas atividades. A SEHA-JP aponta que mais 30%, principalmente de bares e restaurantes, não conseguirão sobreviver no cenário atual quando reabrirem as portas.

Todos esses estabelecimentos estão sem funcionar desde o dia 19 de março, quando foi decretada a calamidade pública na saúde estadual. A entidade defende que o segmento está preparado para voltar, seguindo todos os protocolos da Organização Mundial de Saúde, com medidas preventivas de cuidado e higiene.

Para o SEHA-JP, o retorno imediato é fundamental para que o segmento não seja ainda mais prejudicado e para garantir a manutenção dos empregos do setor.