Indiretas em Bayeux nas mãos da Justiça

A escolha do prefeito de Bayeux, para um mandato-tampão de quatro meses, está longe de ser pacífica. Foram inscritas seis chapas para as eleições diretas, que devem conhecer na próxima quinta-feira (13), mas o processo está judicializado. E em várias frentes. A primeira delas é o pedido de impugnação da candidatura a vice-prefeita de Lucília Luiz de Freitas, inscrita como vice na chapa de Inaldo José Andrade, atual presidente da Câmara Municipal. Ele também já havia anunciado que vai à Justiça para barrar as eleições indiretas.




Quem quer barrar todo mundo é o coronel Ardinildo Moraes dos Santos, que aponta irregularidades na inscrição das cinco chapas. Na avaliação dele, apenas a sua inscrição estaria dentro da legalidade. O prefeito interino, Jeferson Kita, que também concorre, quer que a Justiça também suspenda o processo. Para ele, as eleições indiretas trazem mais instabilidade gestão pública e sua permanência no cargo de prefeito até o final de dezembro garantiria tranquilidade ao município.




Bayeux vive uma novela sem fim desde que o prefeito eleito, Berg Lima foi afastado e preso, por ordem judicial. Seu vice, Luiz Antônio sofreu processo de impeachment e teve o mandato cassado pelos vereadores. Berg nunca teve o mandato cassado. Foi afastado pela Justiça novamente e renunciou ao cargo. Com isso, houve a possibilidade de eleições indiretas.




As seis chapas foram inscritas na sexta-feira (7). Veja como ficaram:




CHAPA 01


Prefeito - CARLOS ANTÔNIO DOS SANTOS


Vice - AMANDA DE O. FERNANDES.






CHAPA 02


Prefeito - LUCIENE ANDRADE GOMES MARTINHO


Vice - ADRIANO MARTINS DE LIMA








CHAPA 03


Prefeito - INALDO JOSÉ DA COSTA ANDRADE DOS SANTOS


Vice - LUCÍLIA LUÍZ DE FREITAS








CHAPA 04


Prefeito - ARDINILDO MORAES DOS SANTOS


Vice - JANICLEIDE DE LIMA PAIVA








CHAPA 05


Prefeito - JEFFERSON LUIZ DANTAS DA SILVA


Vice - FABIANO CONSTÂNCIO DO REGO








CHAPA 06


Prefeito - RONI PETERSON DE ANDRADE ALENCAR


Vice - FERNANDO RAMALHO DINIZ.




A eleição acontecerá na próxima quinta feira (13) no plenário da própria casa legislativa.