Julian admite conversa com João sobre aliança para 2022

Em entrevista ao programa Correio Debate, da TV CORREIO, o deputado federal Julian Lemos disse não ter mais dúvida da fusão entre o sue partido, o PSL, e o Democratas. Ele não confirmou se ficará na presidência estadual da legenda e disse que só falará sobre isso quando a junção for confirmada. "Vejo como algo muito importante para fortalecimento de um projeto liberal e conservador na política nacional", disse.

Julian Lemos falou ainda da sua proposta de instaurar a CPI da Pedofilia. Ele acha que ela só pode ser instalada quando a CPI da Pandemia for concluída. Julian disse que conversou com o governador João Azevedo e levou para ele a proposta de instalar na Paraíba um núcleo de proteção a crianças e adolescentes vítimas desses crimes.

O deputado federal assegurou que não houve pauta política nesse encontro com o governador. "Tenho um respeito institucional com o governador João. Eu ainda não sou governo, mas o governador colocou questões em pauta das eleições do ano que vem e ficamos de adiantar essas conversas. Ele é governador e se quiser podemos avançar nessas conversas, não vejo problema nenhum", disse.

Julian elogiou a Propostas de Emenda à Constituição do Estado encaminhada pelo governador João Azevedo à Assembleia Legislativa para criação da Polícia Penal Judiciária. "Precisamos aprovar essa proposta e depois regulamentar essa profissão. Eu só tenho a parabenizar o governador João", disse.

Assista a entrevista, na íntegra, do deputado federal Julian lemos, ao programa Correio Debate, na TV CORREIO.