Justiça entrega comando do Solidariedade-PB a grupo de ex-prefeitos
10 de janeiro de 2022
Redação

O Solidariedade na Paraíba está sob novo comando. Um grupo de ex-prefeitos, grande parte pré-candidatos a deputado este ano, conseguiu na Justiça a direção do diretório provisório do Solidariedade. O prazo de vigência começou hoje e vai até o dia 10 de janeiro do ano que vem. Portanto, caso não haja nenhuma reviravolta por força de outra decisão judicial, esse grupo tem um ano para colocar em ordem a direção estadual. O presidente do Solidariedade na Paraíba era o prefeito de Pedras de Fogo e ex-deputado federal Manoel Júnior.

O novo presidente estadual do Solidariedade na Paraíba é José Aledson de Sousa Moura (foto), ex vice-prefeito de Princesa Isabel, que em 2018 disputou um mandato de deputado pelo PSB e obteve pouco mais de 16 mil votos. O primeiro vice-presidente é José Ivanilson Soares de Lacerda, ex-prefeito de Conceição. Como secretário geral ficou Gilberto Tolentino Leite Júnior (ex-prefeito de Lagoa) e como primeiro secretário André Luiz Barbosa Bezerra de Lima (ex-secretário de Saúde do município de Cabedelo). Para tesoureiro geral o nomeado foi Eduardo Ronielle Guimarães Martins (ex-prefeito de Cubati) e primeiro tesoureiro Mário Cezar de Sousa Lima. O segundo vice-presidente Pedro Gomes Pereira.

Josivânia David de Lima ficou como secretária da Mulher do Solidariedade-PB, Massilon da Silva Ramos responde para Secretaria da Igualdade Social; Sydney Barbosa como secretário da Pessoa com Deficiência; Maria José Linhares como secretária da defesa e proteção dos Animais: Moab Matheus Cordeiro, secretário da Juventude; Bevilacqua Matias Maracajá (ex-prefeito de Juazeirinho e irmão do ex-deputado Genival Matias, já falecido), secretário do Trabalho, Emprego e Renda; José Airton Pires de Sousa, secretário do Meio Ambiente, Sustentabilidade e Agricultura Familiar; e José Célio de Figueiredo, secretário do Aposentado, Pensionista e Idoso.

Compartilhe: