Mais de 870 reeducandos são aprovados no Encceja-PPL



As políticas de reinserção social do Governo da Paraíba voltadas para as pessoas em privação de liberdade têm avançado ano a ano com resultados significativos. Cada vez mais reeducandos estão inseridos no processo contínuo do sistema prisional em alfabetizar, ofertar o Ensino Médio, além da preparação para aprovação e matrículas em cursos do Ensino Superior para quem cumpre pena. De acordo com levantamento da Gerência Executiva de Ressocialização da Secretaria de Estado da Administração Penitenciária, dos mais de 2000 reeducandos inscritos, 879 foram aprovados no Exame Nacional para Certificação de Competências de Jovens e Adultos para Pessoas Privadas de Liberdade (Encceja -PPL 2023).

O secretário da Administração Penitenciária (Seap), João Alves de Albuquerque, comemorou os resultados mais recentes do Encceja -PPL 2023. “Nós estamos crescendo ano a ano com os reeducandos participando e sendo aprovados no Encceja PPL. Esse ano tivemos um aumento de 20% no número de aprovados em relação à edição anterior. Então entendemos que a política de ressocialização tem incentivado a leitura, o estudo, a participação nos exames e isto é motivo de comemoração, nos traz a esperança de continuarmos avançando em todas as áreas, principalmente na educação”, pontua o gestor da Seap.

O gerente executivo de Ressocialização, João Rosas, destaca a curva crescente da Seap no número de aprovados no Encceja PPL: 2020 – 146; 2021 – 171; no ano de 2022 – 732 e agora em 2023 o recorde de 879 reeducandos aprovados, ou seja, 147 aprovações a mais em relação a 2022, em termos percentuais, 20% de crescimento. Rosas acrescenta que a parceria da Seap com a Editora Estudo Play nas etapas do Encceja tem sido de fundamental importância para o desenvolvimento da política de ressocialização.