Marcos William toma posse como desembargador do TJPB

O juiz Marcos William de Oliveira tomou posse, na tarde desta sexta-feira (27), no cargo de desembargador do Tribunal de Justiça da Paraíba, em sessão solene presidida pelo chefe do Poder Judiciário estadual, Desembargador Saulo Henriques de Sá e Benevides. “Estamos empossando hoje como desembargador um grande magistrado, que, sem dúvida, vai continuar prestando relevantes serviços à Justiça Paraibana”, disse o Presidente.

O novo desembargador é o 134º a tomar posse no mais alto grau do Poder Judiciário paraibano. A solenidade ocorreu na Sala de Sessões da Corte e, para prestar o compromisso de posse, Marcos William de Oliveira foi conduzido ao plenário pelos desembargadores Carlos Martins Beltrão Filho e Joás de Brito Pereira Filho. Na ocasião, ele foi agraciado com o Diploma e a Medalha do Mérito Judiciário, na categoria Alta Distinção. Em homenagem ao empossado, a Banda de Música da Polícia Militar executou a canção “Meu Sublime Torrão”. O evento foi transmitido, em tempo real, pelo Canal Oficial do TJPB no YouTube, com dois intérpretes de Libras.

A saudação ao empossado, em nome da Ordem dos Advogados do Brasil (Seccional Paraíba), foi realizada pelo advogado Sheinner Yasbebeck Asfora, que abriu seu discurso citando as palavras do desembargador Marcos William de Oliveira como paraninfo de uma turma formanda em Direito, em 2012. O representante da OAB destacou a carreira profissional do empossado, pontuando seu início que se deu na cidade de Campina Grande até o novo cargo, ressaltando ser a sexta-feira um dia histórico.

“Retornas a esta Corte de Justiça agora investido nas elevadas funções de desembargador, com a toga - que não lhe pesa, como bem disse o eminente desembargador Ricardo Vital de Almeida - envolta pelo saber acumulado pelo estudo, pelo trabalho e pela vasta experiência adquirida pelo cultuar do Direito e da Justiça”, enfatizou Sheinner Asfora.

Na sequência falou o procurador-geral de Justiça, Antônio Hortêncio Rocha Neto, que falou pelo Ministério Público estadual. Ele disse ser uma honra, uma satisfação, ao mesmo tempo ser invadido por um sentimento de alegria. O procurador-geral destacou o desempenho do empossado e como titular do 1º Tribunal do Júri da Comarca da Capital, professor da Esma.

“O Dr. Marcos William, juiz competente, magistrado justo, deixou sua marca pelas Comarcas onde passou. É respeitado por aqueles que compõem não só o Poder Judiciário, mas todo o Sistema de Justiça. De sobra, em sua essência, vê-se ser detentor de vasto conhecimento e experiência. Pela sua trajetória, demonstra que não chegou aqui por acaso. É o coroamento do trabalho de uma vida”, realçou o procurador-geral Antônio Hortêncio.

Já o representante do Ministério Público Federal, procurador Rodolfo Alves Silva, agradeceu ao presidente Saulo Benevides a oportunidade de homenagear o desembargador Marcos William, salientou a amizade dele com a família do empossado, destacando a cidade de São José de Piranhas, primeira Comarca em que foi lotado, logo que assumiu como juiz, e realçou o caráter do novo desembargador. “Não tem como prosseguir para o fim destas palavras sem falar da humanidade singular que habita o empossando, ainda que algumas condutas sejam indissociáveis da figura pública do magistrado”, evidenciou.

Citando uma passagem bíblica, o desembargador Carlos Martins Beltrão iniciou sua saudação ao desembargador Marcos William, em nome do Tribunal de Justiça. Ele ressaltou que a data representava para o empossado, familiares e amigos, sobremodo para a Justiça Estadual paraibana, relevância e significação, fazendo o novo integrante da Corte de Justiça da Paraíba mergulhar no passado, rememorando cada passo da longa e exitosa caminhada até a posse, enfatizando a amizade iniciada entre ambos, quando se conheceram na realização de uma eleição, em 1988, na cidade de Cajazeiras.

“A chegada de Vossa Excelência a esta respeitabilíssima Corte, seguramente, propiciará a todos nós, seus pares, servidores, operadores do Direito e jurisdicionados, para além de um juiz sério, probo, equilibrado e independente, a certeza de que a perspicácia e o tirocínio rápido na compreensão e resolução dos temas abordados, norteadores de vasta experiência acumulada na magistratura, na antevisão lógica do futuro, marcarão a sua promissora e venturosa passagem neste Tribunal”, disse o desembargador Carlos Beltrão.

Ao final da solenidade, o Desembargador Marcos William proferiu discurso emocionado, relatando sua trajetória para chegar até o cargo, agradecendo a Deus, aos pares, familiares e amigos. “Esta promoção trouxe-me, também, concomitantemente, um fascinante e inesperado desafio: após quarenta e nove anos dedicados ao Direito Criminal, vejo-me alçado ao estudo do Direito Civil. Comprometo-me a fazer o meu melhor nessa aprendizagem. Aqui chego para somar, não para dividir ou subtrair, daí porque precisarei multiplicar esforços no sentido de conquistar mais amigos!”

Prestigiaram o evento autoridades dos Poderes Executivo, Legislativo, Judiciário, Tribunal de Contas do Estado, dos Ministérios Públicos Estadual e Federal, de Instituições Superiores de Ensino, Academia Paraibana de Letras, Defensoria Pública, Eclesiástica, Polícia Militar, familiares e amigos do empossado.