Ministério Público representa prefeita do Conde

A força tarefa em defesa do patrimônio cultural, do Ministério Público de Contas, encaminhou ao presidente do Tribunal de Contas do Estado, conselheiro Fernando Catão, uma representação contra a prefeita do Conde, Karla Pimentel. Ela teria ordenado a retirada do monumento "Árvore dos Bons Ventos", do artista plástico Wilson Figueiredo, que ficava no entroncamento da rodovia BR 101 com a PB 018.

A representação do Ministério Público de Contas foi encaminhada ao Conselheiro Arnóbio Viana, que é o relator do processo de acompanhamento da gestão do Conde este ano. Ela é assinada pelos procuradores Manoel Antônio dos Santos Neto e Marcílio Toscano Franca Filho.

Eles pedem que a prefeitura apresente informações técnicas sobre a situação e o estado de conservação do bem cultural, a motivação e a justificativa para retirada da obra e que o artista também seja ouvido no caso.

O secretário de Planejamento do Conde, Márcio Simões, informou que a remoção do monumento se deu para que ele pudesse passar por um processo de restauração porque apresenta deterioração e pichações e os reparos não poderiam ser feito no local. Segundo ele, a obra se encontra no pátio da secretaria municipal de Infraestrutura.