Morre ex-prefeito e ex-deputado Dinaldo Wanderley

Morreu, na manhã deste domingo, o ex-prefeito de Patos e deputado estadual, Dinaldo Wanderley. Dinaldo estava internado em um hospital particular de João Pessoa com suspeita de ter sido contaminado pelo coronavírus.




Dinaldo Medeiros Wanderley era natural de Patos, onde nasceu no dia 20 de junho de 1950. Era advogado, economista, empresário, ex-futebolista e político. Foi deputado da Paraíba e durante sua carreira política já foi prefeito de Patos por dois mandatos consecutivos, entre 1997 e 2005 sendo o primeiro prefeito reeleito.




Se candidatou em 1992 ao cargo de prefeito de Patos, pelo PFL, ficando na segunda colocação. No pleito posterior, em 1996, concretizou o sonho concorrendo com a deputada Francisca Motta, conquistando 19.577 votos, contra 13.085. Em 2000, se reelegeu com 27.967 votos, contra 15.121 de Nabor Wanderley.

Foi eleito deputado estadual à Assembleia Legislativa da Paraíba, com 32.082 votos no estado, sendo que 14.456 na cidade de Patos. Tentou retornar, em 2008, para a Prefeitura de Patos, mas não obteve êxito.



Deputados estaduais emitiram notas se solidarizando com os familiares. “Nesse momento quero abraçar todos os familiares do ex-prefeito Dinaldo, principalmente o meu amigo Dinaldinho, com quem trabalhei na Assembleia Legislativa, lutando sempre por uma Paraíba melhor. Dinaldo deixará muita saudade e fará muita falta para a política paraibana”, destacou Camila Toscano (PSDB).


“A Paraíba perde mais um político que se dedicou ao povo e principalmente aos patoenses, terra amada por Dinaldo. Deixo o meu mais profundo pesar pela partida precoce de Dinaldo Wanderley e o meu abraço de conforto aos seus familiares em nome do meu amigo Dinaldinho, com quem dividi os trabalhos na Assembleia Legislativa”, disse Tovar Correia Lima (PSDB).


"Dinaldo deixa um legado de grandes ações. Um homem solidário", postou Raniery Paulino (MDB).




O presidente da Assembleia Legislativa da Paraíba (ALPB), Adriano Galdino, em nome de todos os parlamentares e servidores do Poder Legislativo Paraibano, vem a público lamentar o falecimento do ex-deputado estadual e ex-prefeito de Patos Dinaldo Wanderley, que morreu a madrugada deste domingo vítima do coronavírus.

O ex-deputado estava internado em um hospital de João Pessoa desde o último dia 14, apresentou uma leve melhora nos últimos dias, mas voltou a ser entubado neste final de semana, mas não resistiu.

Dinaldo Wanderley era advogado e economista de formação e sua carreira política foi pautada entre a Prefeitura de Patos e a Assembleia Legislativa do Estado, local onde também seu filho, Dinaldinho Wanderley, seguiu os caminhos do pai.

"Neste momento de dor para toda a família nos solidarizamos com os familiares e amigos de Dinaldo Wanderley, um grande político do nosso Estado que deixa grandes lições e um legado de trabalho e luta pelo povo da Paraíba", ressaltou Adriano Galdino.

O deputado federal Pedro Cunha Lima (PSDB) lamentou o falecimento do ex-prefeito e ex-deputado Dinaldo Wanderley, ocorrido neste domingo (24). “A política paraibana está de luto pelo falecimento de Dinaldo, exemplo de homem público, político apaixonado pela sua terra Patos, que conquistou a todos pela sua simplicidade e o seu grande coração”, disse.



“É com sentimento de tristeza que recebo a notícia do falecimento do ex-prefeito e deputado estadual, Dinaldo, que partiu, mas deixa muita saudade na vida de quem teve a oportunidade de conhece-lo e conviver com ele”, destacou o deputado estadual Eduardo Carneiro (PRTB).

O Partido da Social Democracia Brasileira (PSDB) emitiu nota lamentando o falecimento de Dinaldo Wanderley. Ele foi deputado, prefeito e filiado histórico da legenda que destaca a atuação dentro da política e a sua importância na construção partidária.

Nota de pesar

 

O Partido da Social Democracia Brasileira (PSDB) acordou mais triste neste domingo com o falecimento do ex-prefeito e ex-deputado Dinaldo Wanderley. Filiado histórico da legenda, ele era membro da Comissão Executiva Estadual do PSDB.

 

Dinaldo deixa um legado dentro da política paraibana. Foi deputado e prefeito de Patos por dois mandatos. Por onde passou fez amigos e conquistou a todos pelo seu jeito simples e pelo carisma. Atuou fortemente para a construção partidária e fortalecimento do PSDB no Estado. Era filiado à legenda há 20 anos.

 

Natural de Patos, Dinaldo Medeiros Wanderley nasceu no dia 20 de junho de 1950. Era advogado, economista, empresário, ex-futebolista e político. Ele deixa a mulher Edna e os filhos Dinaldinho, Gustavo, Bruno e Ana.



A Famup também emitiu nota:




A Federação das Associações de Municípios da Paraíba (Famup) lamentou, neste domingo (24), a morte do ex-prefeito de Patos, Dinaldo Wanderley, que estava internado em um hospital particular de João Pessoa lutando contra o coronavírus. Para o presidente da Famup, George Coelho, o ex-gestor foi importante para o Estado no trabalho realizado pelo desenvolvimento de Patos e do municipalismo. 

 

“Nós que compomos a Famup lamentamos a morte precoce do ex-prefeito Dinaldo Wanderley que foi peça importante no desenvolvimento do nosso Estado, atuando sempre pelo crescimento de Patos e do Sertão. Deixamos o mais profundo pesar aos familiares e amigos desse grande homem público”, disse George Coelho em nome da Famup.

 

Dinaldo Medeiros Wanderley era natural de Patos, onde nasceu no dia 20 de junho de 1950. Era advogado, economista, empresário, ex-futebolista e político. Foi deputado da Paraíba e durante sua carreira política foi também prefeito de Patos por dois mandatos consecutivos, entre 1997 e 2005 sendo o primeiro prefeito reeleito. Dinaldo era casado com a ex-deputada Edna Henrique e tinha quatro filhos, Dinaldinho, Gustavo, Bruno e Ana.