Morre o ex-secretário de Educação, Iveraldo Lucena

Faleceu o ex-secretário de Educação do Estado, professor Everaldo Lucena. A confirmação foi feita pela sua filha, a prefeita do Conde, Márcia Lucena. Iveraldo estava com um câncer de pâncreas. Recentemente, ele reuniu toda a família e comunicou que não iria se tratar da doença e não permitiria mais nenhuma outra intervenção médica a partir daquele instante. Em artigo nas redes sociais, Márcia Lucena descreveu o ritual e lembrou que o pai era escritor, intelectual e andarilho convicto.

No dia 28 de março passado, Iveraldo lançou o livro “Contos que Conto e Outras Histórias”, em Bananeiras, sua terra natal.

A obra que reúne artigos, contos e minicontos, inspira-se em fatos narrados pelos familiares do professor de história que foi secretário de educação e pró-reitor de extensão e assuntos comunitários da Universidade Federal da Paraíba (UFPB). A obra também marcou a estreia do escritor de 80 anos na ficção. Foi o terceiro livro de Iveraldo Lucena, ilustrado pelo artista plástico, Clóvis Júnior.

Durante o lançamento do livro foi exibido o filme “O Andarilho”, que teve o início de sua produção em março do ano passado e apresenta um perfil profissional e humano do escritor, com locações em Bananeiras, em João Pessoa e em Brasília (DF), além de depoimentos de personalidades como Manfredo Caldas e Vladimir Carvalho.

Hoje, a prefeita do Conde, Márcia Lucena, comunicou o falecimento do professor Iveraldo:

"Aos Amigos e Amigas


Meu pai morreu fisicamente agora!


Estava, a seu pedido, sedado desde ontem e hoje, como um bom andarilho, parte para sua nova caminhada, do jeito que ele gostava, em uma trilha desconhecida. Vai cheio de amor e verdade!


Informamos que faremos o velório na Pitumirim só para a família, pois não queremos colocar em risco, diante da pandemia, a saúde das pessoas que amamos.


Pedimos que emanem sua melhor energia, seu melhor pensamento, sua lembrança mais gostosa para que meu pai possa reforçar sua bagagem.


Minha mãe, quando nós viu todos aqui juntos, entendeu sozinha que ele havia morrido. Está serena...


Se ela, diante da morte do amor da vida dela está serena, pedimos que todos se inspirem nessa serenidade para que a partida do meu pai seja linda como ele!


Amamos vocês!"