João Doria deixa PB com apoio de Ruy e Edna nas prévias do PSDB”

O governador João Doria recebeu novo apoio declarado, no Nordeste, com o voto do deputado federal e presidente do PSDB de João Pessoa, Ruy Carneiro, neste sábado (23), em sua quarta viagem à região nordestina pelas prévias do partido. O apoio do deputado federal se soma ao apoio da também deputada federal Edna Henrique. Os dois tucanos afirmaram que votam Doria nas prévias porque ele é “o Pai da Vacina” e também pela gestão moderna em São Paulo e pelos programas de proteção social criados pelo governador.

O PSDB escolherá, no dia 21 de novembro, o candidato tucano que disputará a Presidência da República em 2022. “Sairemos unidos e vitoriosos nas prévias do PSDB”, disse Doria, durante entrevista coletiva no Oceana Atlântica, no Bessa. “Eu não entro em competição para perder, eu entro para ganhar. Eu era o franco favorito para perder nas previas de 2016 e 2018, mas aprendi logo cedo com meus pais, a trabalhar duro, a não desistir, a persistir. Então, quando eu disputo é para ganhar”, afirmou o governador.

Também estavam ao lado de João Doria o presidente do PSDB da Paraíba, o deputado federal Pedro Cunha Lima, que também preside o ITV, Instituto Teotônio Vilela; a vice-presidente do PSDB da Paraíba, deputada estadual Camila Toscano; e o deputado estadual tucano Tovar Correia Lima.

A deputada Edna Henrique disse que “acompanha com orgulho o trabalho do governador”. “Doria trouxe a vacina para o Brasil e salvou milhões de vidas, além de fazer um excelente trabalho aos mais vulneráveis, como o Vale Gás, o Corujão da Saúde, Dignidade Íntima (de distribuição de absorventes), as escolas em tempo integral. Por isso sou João Doria”, declarou Edna.

Ao declarar apoio, o deputado Ruy Carneiro afirmou que fez a comparação entre os candidatos tucanos nas prévias e concluiu que o governador de São Paulo é o mais preparado para ser o próximo presidente da República. “Declaro meu voto em Doria. Votar é comparar. Com respeito aos demais concorrentes, na nossa concepção não há dúvida nessa escolha. Tenho certeza que estou no caminho certo. Acompanho a ação do Governo Doria em São Paulo, sobretudo na área da saúde”, disse Ruy, na entrevista coletiva.

Com atuação política voltada para a área da saúde, Ruy Carneiro enalteceu o empenho de Doria no enfrentamento à pandemia da covid-19 e destacou o programa inovador Corujão da Saúde - que, para ele, deveria ser levado a todo o Brasil. Política pública de saúde bem sucedida de gestões Doria, tanto como prefeito quanto como governador, o Corujão foi implementado pelo tucano na esfera municipal em 2017, e replicado em 2019 no Governo do Estado de São Paulo.

“Pedi que Doria visitasse o Hospital Napoleão Laureano aqui em João Pessoa por tudo isso que ele faz no governo dele. Lá em São Paulo Doria fez o pobre ser atendido em hospital particular com o Corujão”, elogiou Ruy.

O deputado também fez questão de enaltecer a decisão de Doria de criar o Vale Gás, em plena pandemia, para proteger as famílias em situação de vulnerabilidade. “Um milhão de pessoas em São Paulo recebem o programa Vale Gás. Isso para mim é que é política social. Por tudo isso Doria tem meu apoio”, disse Ruy Carneiro.

 

HOSPITAL NAPOLEÃO LAUREANO

Antes da entrevista no Oceana Hotel, no Bessa, em João Pessoa, o governador visitou o Hospital Laureano com deputados tucanos - Ruy, Pedro Cunha Lima, Camila Toscano, Edna Henrique e Tovar Correia Lima. O grupo foi recebido pelo Presidente da Fundação Napoleão Laureano, Marcelo Lucena; o diretor Financeiro, o ex-prefeito de João Pessoa e ex-deputado Carneiro Arnaud; o Diretor Geral do Laureano, Dr. Thiago Lins; e do Vice-Diretor Geral, Marcílio Cartaxo.

CORUJÃO DA SAÚDE

João Doria anunciou, no último dia 20 de outubro, em São Paulo, a nova fase do Corujão da Saúde, com foco em Oftalmologia. Serão oferecidos à população cerca de 51 mil procedimentos entre consultas, exames e cirurgias, em um investimento de R$ 14 milhões. A medida vai zerar a demanda reprimida de procedimentos oftalmológicos dos Ambulatórios Médicos de Especialidades (AMEs).

No último mês de setembro, Doria anunciou a retomada do Corujão da Saúde com Foco em Oncologia. Ao todo, o Governo de São Paulo pretende realizar 335 mil exames, além de 19 mil sessões de radioterapia. O chamamento público teve participação de 92 serviços da rede privada, entre eles, Instituto Israelita Albert Einstein, Sírio Libanês, Beneficência Portuguesa, Hospital Santa Catarina, HCor, entre outros.

João Doria implementou a versão estadual do programa Corujão da Saúde em março de 2019. A meta do programa é reduzir o tempo de espera na fila de exames, promover mais consultas e agilizar o diagnóstico e o tratamento de doenças. Os atendimentos são, em sua maioria, realizados entre 18h e meia-noite.

NORDESTE

Pelas prévias tucanas, João Doria já esteve no Rio Grande do Norte, Pernambuco e Sergipe. A Paraíba é o 17º estado visitado pelo governador. O objetivo das viagens é dialogar com correligionários e ouvir as demandas de cada região.

O governador de São Paulo já conta com o apoio declarado dos diretórios do RN e SE, além do voto de lideranças tucanas de peso nos nove estados do Nordeste.

Também tem se reunido com o setor empresarial nos estados que visita, como na Paraíba, em que recebeu mais de 60 empresários para conversar sobre as demandas da região e apresentar o que tem feito à frente do Estado de São Paulo.

Por onde tem passado, Doria é saudado como “Pai da Vacina”, por São Paulo ter sido o primeiro estado a ter vacina na pandemia das covid-19, produzida pelo Instituto Butantan, ligado ao Governo de São Paulo.

CAPACIDADE DE PACIFICAR O BRASIL

Doria afirmou que é “dever” do futuro Presidente da República “pacificar o país”. “É preciso paz e harmonia para o Brasil voltar a crescer, gerar emprego e retomar a credibilidade internacional. Me sinto capaz de pacificar o nosso país e pacificar é dever do futuro presidente”, afirmou Doria ao ser indagado sobre o assunto, em entrevista coletiva no Oceana Atlântica Hotel.

“Precisamos estar unidos para lutar por um país mais justo, para que o brasileiro resgate o orgulho de ser brasileiro, e que as próximas gerações tenham mais chances na vida. Isso tudo só poderá ser resgatado com diálogo e união”.

Doria destacou ainda que governa São Paulo com amplo arco de alianças, com diálogo, e que isso também contribui para o êxito da sua gestão. “No Governo de São Paulo temos 13 partidos em nossa base e não leiloamos governo. Nossa gestão não tem ocupação inadequada de cargos públicos”.

UNIÃO NO PSDB

“Pairam dúvidas de que o PSDB estará unido (após as prévias), eu garanto que sim. O PSDB tem três candidatos qualificados. Não somos inimigos, temos pensamentos distintos e estamos valorizando a história do nosso partido que tem 33 anos. Estou há 20 anos no PSDB. Fiz minha filiação como empresário, por convicção. Tenho a mesma paixão e o mesmo entusiasmo que tenho hoje. É um partido que não tem dono. É feito pelos filiados e para os filiados”.

APOIO DO EX-PRESIDENTE FHC

“O apoio de Fernando Henrique Cardoso, presidente de honra do PSDB, me honra muito. Ele já declarou três vezes que nos apoia. A meu ver, é o melhor presidente da República do Brasil, ao lado de Juscelino Kubistchek. Me enche de emoção e de responsabilidade”.