Paraíba comemora aumento de postos de trabalho
1 de maio de 2023
Redação

O Governo do Estado comemora aumento dos postos de trabalho. Nos três primeiros meses de 2023, somente o Sine-PB inscreveu 3.046 novos trabalhadores no sistema, dando sequência a um crescimento que gerou saldo positivo de 23.011 empregos no ano passado, de acordo com Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), do Ministério da Economia.
Entre as contratações, a predominância no setor de serviços continua seguindo a tendência dos últimos anos.
Dados sobre empregabilidade da Secretaria de Estado do Turismo e Desenvolvimento Econômico (Setde), demonstram este crescimento e, segundo a secretária Rosália Lucas, se justificam na postura do governo em relação aos incentivos.
Conforme relatórios da Jucep, Empreender e Sine-PB tem-se como exemplo o exponencial crescimento da empresa AeC, que registrou aumento de 81,97% nos postos de trabalho da Paraíba entre 2020 e 2023. Em 2020, a empresa mantinha na Paraíba 7.321 postos de trabalho, saltando em plena pandemia para 11.005 em 2021. No ano passado, novas vagas de trabalho foram geradas e a AeC passou a registrar próximo a 14.000 trabalhadores com carteira assinada em 2022. Ainda este ano, inauguram novo site em João Pessoa com projeção de 5.000 novos postos de trabalho.
Segundo levantamento da Jucep, nos últimos quatro anos, foram abertos quase 190 mil novos empreendimentos, entre empresas (matriz e filial) e MEIs. A maioria das empresas ativas na Paraíba estão no comércio varejista e de mercadorias em geral e nas atividades de manicure/pedicure e cabeleireiros.
Por meio de ações de estímulo à geração de emprego e renda, o Programa Empreender-PB firmou, em 12 meses, 1.766 contratos com empreendedores, num investimento de R$ 14 milhões que impactaram diretamente na geração de 2.463 empregos.
Entre algumas das empresas que se instalaram na Paraíba estão a Colgate/Palmolive, Magazine Luiza, Rede Paraíba de Supermercados, Whirpool, Cônsul, Brastemp, Mix Mateus, KitchenAid, Grupo Capri, Alumasa, Cavalo Marinho, Suconor, Bartofil, Minaspol, A&C, Brisen, Comercial Motociclo, Fast Shop, Gomes da Costa, Electrolux, GMI, RedMobile, Balfar, Tekshine e AIAM, entre outras de outros países.
Além dos setores de comércio e serviços, o Estado estimula a produção de energia renovável e atualmente conta com cerca de 160 parques instalados e em processo de implantação em vários municípios, projetos que reforçarão a capacidade energética do Estado, além de gerar emprego e renda no entorno destes empreendimentos. Desenvolvimento social e econômico – Por meio de uma equação baseada em ações que promovem distribuição de renda, incentivo à iniciativa privada e alívio fiscal, a Paraíba vem alcançando índices que funcionam como estímulo aos investidores que buscam novos mercados e tornam a Paraíba o estado mais competitivo do Nordeste, além da chancela de Rating A, outorgada pelo Tesouro Nacional, atestando eficiência fiscal e comprovando que o Estado é bom pagador e tem elevada capacidade de endividamento.
Como estímulo ao desenvolvimento, a Paraíba investiu quase R$ 9 bilhões, aplicados em infraestrutura, estímulo financeiro e logística, projetando os setores industrial e de serviços, apenas em 2022, com crescimento do PIB da Paraíba acima da média do Brasil e do Nordeste.
O salto de 1,2%, em 2018, para 3,4%, em 2022, representa um crescimento duas vezes maior que o do Nordeste e do Brasil, no mesmo período.

Compartilhe: