Paraíba e Rio Grande do Norte iniciam residência em Indústria 4.0
6 de abril de 2022
Redação

O curso tem caráter de pós-graduação lato sensu e faz parte do “Programa de Revitalização da Indústria Nordestina – NE4.0”, resultado de uma parceria entre a Universidade Estadual de Pernambuco (UPE) e a Sudene. O programa propõe a ampliação e adoção de novas tecnologias por parte das indústrias da região, envolvendo diversos segmentos e capacitando mão de obra de alta qualificação.

Além da residência, estão previstas ações estratégicas de médio prazo voltadas para o desenvolvimento de metodologia de monitoramento do nível de maturidade da Indústria 4.0 para acompanhamento da Sudene e suporte ao desenvolvimento de políticas públicas; além da criação de Espaços de Inovação Nordeste.

O evento de lançamento, realizado na sede do Instituto Metrópole Digital (unidade acadêmica especializada da Universidade Federal do Rio Grande do Norte), contou também com a participação do diretor do Instituto Metrópole Digital, Ivonildo Rego; coordenador da Residência, professor da UPE Djalma Silva Guimarães; diretor de inovação da Federação das Indústrias do Rio Grande do Norte (Fiern), Djalma Barbosa; e CEOs de empresas que participarão da Residência por meio de seus colaboradores e demais alunos da pós-graduação.

Saiba mais

O “Programa de Revitalização da Indústria Nordestina – NE4.0”, é um desdobramento do PE 4.0 (Residência Tecnológica em Indústria 4.0), voltado para a revitalização das indústrias através da capacitação de técnicos e gestores e viabilizado por meio de uma parceria com o Governo de Pernambuco, que contou com um Convênio de R$ 340 mil para a Universidade de Pernambuco (UPE) por parte da Sudene.

Para a implantação do programa nos outros estados, já está sendo investido R$ 1,26 milhão, recursos que serão destinados ao atendimento de 46 indústrias e qualificação de 138 pessoas (92 gestores e 46 estudantes), que irão gerar 92 projetos de pesquisa e desenvolvimento.

Compartilhe: