Paraíba registra saldo positivo de mais de 3 mil empregos em maio

O maior aumento na geração de empregos na Paraíba, desde o início de 2022, foi no mês de maio. O saldo positivo ficou em 3 mil e 128 novas vagas. O estado possui 437 mil e 521 pessoas contratadas com carteira assinada. O Nordeste, segunda região com maior saldo positivo, registrou 48 mil e 847 empregos formais gerados.

O Brasil também registrou mais um mês de alta na criação de vagas de emprego formal. Foram mais de 277 mil novos postos de trabalho criados. Os dados foram divulgados na terça-feira (28) pelo Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged).

O setor de Serviços foi o grande destaque do mês na Paraíba, com a geração de 1 mil e 158 novos postos de trabalho formais distribuídos, principalmente, nas áreas de administração pública, defesa, seguridade social, educação e saúde humana. Destaque também para a Construção, que gerou 682 novas vagas de emprego formal. Já o setor de Indústria, gerou 662 novos contratos formais para os paraibanos.

Acumulado do ano

De janeiro a maio, as ações do Governo Federal para a retomada da economia, após a pandemia da Covid-19, resultaram na abertura de 3 mil e 157 novas vagas de emprego na Paraíba

Os dados também são positivos em todo o País, com mais de 1 milhão e 51 mil novas vagas de emprego abertas de janeiro a maio de 2022. Desde 2019, o Brasil abriu cerca de 4 milhões e 270 mil novas oportunidades para os trabalhadores.

Além do aumento no número de empregos formais, o Brasil registrou queda no número de desempregados, alcançando 9,4% em abril, a menor taxa em sete anos.

Os dados são do Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea), divulgados na sexta-feira (24). A população empregada em abril chegou a 97 milhões e 800 mil trabalhadores, o maior patamar da série histórica, iniciada em 2012.

Ações do Governo Federal na Paraíba

O Auxílio Brasil, programa permanente do Governo Federal, ajudou mais de 619 mil famílias paraibanas com o auxílio médio de R$ 408 no estado, sendo cerca de 102 mil beneficiados a mais que o Bolsa Família.

Só o Auxílio Brasil investiu mais de R$ 250 milhões e 600 mil na economia do estado. Em todo o País, o programa Auxílio Brasil beneficiou mais de 18 milhões de famílias brasileiras em maio, injetando mais de R$ 7 bilhões e 320 milhões na economia.

Outra garantia do Auxílio Brasil é que o beneficiário não perde direito ao repasse caso consiga uma vaga formal no mercado de trabalho. O mesmo vale para os profissionais autônomos que tiveram aumento de renda.

O Governo Federal investiu cerca de R$ 168 milhões na manutenção de rodovias federais na Paraíba, além de concluir 370 obras de mobilidade urbana. No setor do agronegócio, foram distribuídos mais de 12 mil títulos agrários para a garantia da propriedade, segurança jurídica e acesso ao crédito para os trabalhadores rurais paraibanos, que possuem, por meio do Plano Safra, R$ 2,5 bilhões em créditos.