Patrick assume vice-liderança da bancada do PSD na Câmara Federal
10 de março de 2022
Redação

O deputado federal Patrick Dorneles (PSD-PB) assumiu a vice-liderança da bancada do seu partido na Câmara Federal. A indicação foi comemorada pelo ex-prefeito de Campina Grande e atual presidente estadual do PSD, Romero Rodrigues. Patrick está no mandato na vaga de Pedro Cunha Lima (PSDB), que está de licença para tratar de assuntos pessoais.
Patrick foi empossado na Câmara Federal às vésperas do Dia Mundial das Doenças Raras (28 de fevereiro), pelo residente da Casa, Arthur Lira, em sessão plenária, com a presença da primeira dama Michele Bolsonaro.
Patrick é o primeiro parlamentar portador de doença rara que assumiu na Câmara Federal. Ele foi diagnosticado com Mucopolissacaridose IV-A ou síndrome de Môrquio-A. “Uma doença rara, grave, genética, multissistêmica e degenerativa”, explicou no seu discurso de posse.
“Minha percepção me faz acreditar que esse é um momento histórico e especial para jovens e pessoas com deficiência, pela quebra de paradigmas”, disse. Dorneles afirmou que chega à Casa com “espírito de garra” e que, no seu curto mandato de quatro meses, pretende defender pautas como a implantação de uma unidade da Rede Sarah de Hospitais de Reabilitação em Campina Grande (PB).
“A luta pelos direitos já existentes e a busca por outros e também por estruturas que permitam o diagnóstico precoce e o tratamento qualificado e respeitoso para pessoas com deficiência e pessoas com doenças raras, como também o desenvolvimento de pesquisas no nosso País fazem parte dos meus propósitos”, disse.
Ele também defendeu a aprovação de proposta que destina os recursos recuperados em processos de corrupção para investimento em saúde e pesquisas.
Subcomissão compartilha experiências sobre doenças raras
Doença rara
Considera-se doença rara aquela que afeta até 65 pessoas em cada 100 mil indivíduos. O número exato de doenças raras não é conhecido. Estima-se que existam entre 6 mil e 8 mil tipos diferentes de doenças raras em todo o mundo.
Fonte: Agência Câmara de Notícias

Compartilhe: