PT intervirá em diretórios e proibirá alianças com PSDB, PSD, DEM e PPS



O presidente estadual do PT, Charliton Machado, confirmou, na noite desta quarta-feira (20), que a o partido não permitirá alianças com PSD, PSDB, DEM e PPS nas disputas municipais deste ano. Segundo ele, diferentemente dos pleitos passados, este ano a direção estadual intervirá nos diretórios municipais para que não sejam permitidas essas composições.

Charliton Machado foi o entrevistado do programa 27 Segundos, na RCTV. Ele disse que é inconcebível se pensar numa aliança com o PSDB, do senador Cássio Cunha Lima, que está pedindo a cassação do registro nacional do Partido dos Trabalhadores.

Ele revelou que o PT em Campina Grande chegou a ensaiar uma possibilidade de aliança com a candidatura à reeleição do prefeito Romero Rodrigues (PSDB), aliado de primeira hora do senador Cássio. "Nós já avisamos que não existe essa possibilidade", adiantou.

Já em relação ao PSB, que não integra a base do governo Dilma no Congresso, Charliton ressaltou que o governador Ricardo Coutinho tem sido uma liderança importante de interlocução entre essa legenda e o PT e que não vê dificuldades em alianças com os socialistas no estado da Paraíba.

Charliton revelou que vem mantendo reuniões com segmentos da sociedade já discutindo propostas para sua candidatura a prefeito. Na terça (19), também no 27 Segundos, a presidente do PT de João Pessoa, Aparecida Diniz, confirmou a pré-candidatura de Charliton, mas avisou que outros nomes podem disputar a convenção.