Queda de braço do governo e bloquinho avança

O governador João Azevêdo ainda vai ter muita dor de cabeça para equacionar as pendências do "bloquinho", integra sua base na Assembleia Legislativa. A tentativa de desestabilizar esse agrupamento dentro da própria base aliada não tem surtido efeito. O "bloquinho" parece ainda mais fortalecido e trabalha para ampliar seus domínios, deixando para trás a denominação de G9 para virar G11. Ao mesmo tempo em que o governo tenta tirar do "bloquinho" dois deputados, outros dois estão sendo anunciados nessa composição.

Mesmo sendo G9, esse bloco tem decidido votações importantes no plenário e articulado nos bastidores com a força do pêndulo que, para onde mexe, pode alterar o placar. O Legislativo se sente fortalecido, já que o G9 tem contribuído para reforçar algumas pautas internas, como a votação da Proposta de Emenda à Constituição (PEC) que institucionaliza a emenda impositiva na lei orçamentária do ano que vem. A PEC  é de autoria do deputado estadual Nabor Wanderley (PRB).

Ainda não há um cronograma definido para a tramitação dessa Proposta de Emenda à Constituição. Esta semana dificilmente ela anda, já que tem um feriado (1º de maio, Dia do Trabalho) bem na quarta-feira, quebrando o ritmo das sessões deliberativas. Para a aprovação sem susto de uma PEC são necessários 25, dos 36 votos, na Assembleia Legislativa. Mesmo com os 9 deputados, a oposição não teria quórum suficiente para conseguir a aprovação. O "bloquinho" conta com o voto da deputada Polyanna Dutra (PSB). Com os oposicionistas, o placar a favor da PEC chegaria a 22 votos e ainda seria necessários pescar mais três votos entre os governistas.

O "bloquinho" pode avançar nas investidas, para somar mais dois deputados estaduais. Chegaria, no caso da PEC, a 24 votos e aprovaria a proposta em cima do laço. O certo é que ninguém tem a certeza do placar e governo quer sepultar essa proposta atraindo pelo menos dois integrantes do bloquinho. O governo ganha tempo para colocar suas estratégias em dia, mas o "bloquinho" também ganha campos para aumentar sua bancada. Leva quem alcançar primeiro seus objetivos.