Raniery: “CPI é para investigar todas as O.S. no Estado

Líder de oposição na Assembleia Legislativa, deputado estadual Raniery Paulino (MDB), lamentou a troca de farpas entre parlamentares antes mesmo de começarem as sessões ordinárias. Ele disse que espera que o clima não seja de hostilidade de parte à parte. "A minha linha vai sempre a contemporização", disse, em entrevista ao programa Correio Debate, da TV Correio.

Raniery defendeu a reivindicação da deputada estadual Cida Ramos (PSB), que pediu a reforma do plenário para permitir a acessibilidade de pessoas com deficiência. Ele disse que a reforma não poderia fechar o protocolo. O deputado disse que solicitou do CREA um parecer sobre o atendimento da acessibilidade em todos os setores da Assembleia Legislativo, tanto na sede quanto nos anexos.

O deputado estadual disse que a instalação da CPI pode funcionar para auxiliar as investigações de outros órgãos, como o Ministério Público e o Judiciário. "Só quem pode instalar uma CPI é o Poder Legislativo", lembrou.

Segundo ele, as organizações sociais já "levaram 10% do PIB da Paraíba"em pagamentos. O deputado disse que a CPI não é apenas para investigar contratos da Cruz Vermelha na gerência de hospitais estaduais, mas a atuação de todas as outras organizações sociais em outras áreas, como na Educação.

Assista a primeira parte da entrevista do deputado Raniery Paulino, líder da oposição, no Correio Debate, da TV Correio: