Salão do Artesanato vende mais de R$ 900 mil

A 28ª edição do Salão de Artesanato da Paraíba chegou ao fim, nesse sábado (30), em Campina Grande, com um total de vendas de R$ 904.778,09. Desde o último dia 12, quando foi aberto oficialmente, o Salão do Artesanato da Paraíba manteve uma média diária de R$ 47 mil de faturamento.

De acordo com o balanço total divulgado pela coordenação do Programa do Artesanato da Paraíba (PAP), vinculado à Secretaria de Estado do Turismo e Desenvolvimento Econômico, as tipologias mais comercializadas foram habilidades manuais (R$ 228.155,82); fios (R$ 139.882,60); e madeira (R$ 101.293,40).

Em seguida, ainda de acordo com os dados, aparecem o algodão colorido (R$ 79.060,30); couro (R$ 65.312,50); e brinquedos populares (R$ 32.630,40).

De acordo com a gestora do PAP, Lu Maia, as vendas atenderam às expectativas do evento. “Esta edição do Salão do Artesanato foi um pouco atípica por um conjunto de eventos que ocorreram. Portanto, o total de vendas nos deixou muito satisfeitos, o que comprova a solidez do Programa do Artesanato da Paraíba”, afirmou.

Ao longo dos 19 dias de realização do 28° Salão do Artesanato da Paraíba, o público que visitou Campina Grande pôde apreciar o melhor do artesanato confeccionado por mais de 300 profissionais de vários municípios paraibanos. Ao todo, foram envolvidos 3,5 mil artesãos, contemplando associações e cooperativas espalhadas pelo estado.

As atrações culturais e comidas típicas, que tiveram um faturamento de R$ 79.989,33, foram uma atração à parte no Salão do Artesanato da Paraíba. Em parceria com a Vila Junina, o evento contou com o autêntico forró pé de serra e atrações como Forró Universitário e Trio Pegada Mansa.