Sem se vacinar, Cabo Gilberto vai à sessão da ALPB

Saia justa na sessão da Assembleia Legislativa, justamente no retorno dos trabalhos de forma híbrida. mesmo sem estar vacinado, o deputado estadual Cabo Gilberto (PSL) foi à sessão e entrou no plenário. Ele apresentou um teste negativo para a Covid 19, mas a resolução da mesa-diretora determina que o acesso às dependências da ALPB só pode acontecer com a apresentação do cartão de vacinação, comprovando que o portado já teria domado as duas doses.

A presença do Cabo Gilberto incomodou o deputado estadual Hervázio Bezerra (PSB), que foi à tribuna e questionou a presença do Cabo Gilberto, que confronta a determinação da resolução da mesa-diretora. "Eu não estou absolutamente faltando com o respeito com o nosso companheiro, o Cabo Gilberto. Estou levantando uma questão de ordem, que é de vida. O deputado tem todo direito de não se vacinar, mas o direito dele termina quando coloca em risco a vida de outros parlamentares e dos servidores", observou.

A implantação do “passaporte sanitário” na Paraíba está na pauta de discussão da Assembleia Legislativa da Paraíba desta terça-feira (5). O projeto de lei ordinária de autoria dos deputados Adriano Galdino e Ricardo Barbosa (ambos do PSB), estabelece sanções para as pessoas que se recusarem a tomar a vacina contra o novo coronavírus.

O projeto impõe restrições a servidores públicos que não se vacinaram, que podem ficar sem salários e ficam proibidos de contrair empréstimos consignados.

Cabo Gilberto ocupou a tribuna da Assembleia e defendeu que o teste lhe garantia sua presença na AALPB. "Eu não tenho Covid 19. O mesmo eu não posso dizer o mesmo de quem tem o passaporte. Estou me sentido um discriminado aqui, não por todos mas por alguns. O teste prova que eu posso transitar aqui livremente, sem colocam em risco a saúde de nenhum deputado ou servidor da ALPB", disse.