UFPB oferece 500 computadores a pesquisadores; propostas até 27 de outubro

A Universidade Federal da Paraíba (UFPB) encerra no próximo dia 27 de outubro o prazo para os pesquisadores doutores da instituição submeterem propostas no âmbito da Chamada Interna nº 05/2021 da Pró-Reitoria de Pesquisa (Propesq), para concessão de 500 computadores, sendo 450 desktops e 50 laptops, visando o apoio à produção científica na UFPB.



A ação é do Programa de Apoio à Produção Científica na UFPB – Pró-Computador. Conforme a Propesq, “o uso de equipamentos eletrônicos é estratégico para o fomento da produção científica institucional”. O intuito da chamada é proporcionar melhores condições de trabalho a esses pesquisadores, sejam docentes ou técnico-administrativos, contribuir para o fortalecimento da pesquisa e da pós-graduação da UFPB e dar suporte à ampliação da sua produção científica.



O reitor da UFPB, Prof. Valdiney Gouveia, destacou a importância de a UFPB apoiar seus pesquisadores. “A UFPB é a instituição de maior impacto na Paraíba, contando com docentes e pesquisadores de destaque mundial, que poderão contribuir ainda mais para o seu avanço. Oferecer melhores condições de trabalho e equipamentos é nossa obrigação, o mínimo que se espera de uma gestão comprometida com a Universidade. Esta precisa ser uma política institucional, adotando critérios impessoais que contemplem as pessoas que dão o seu melhor pela UFPB”, afirmou o Reitor.



As propostas deverão ser enviadas por meio do Sistema Integrado de Patrimônio, Administração e Contratos (Sipac) da UFPB, via processo eletrônico.



O resultado final será divulgado no dia 10 de dezembro e os computadores serão entregues a partir de janeiro de 2022. No ato de recebimento do computador, o patrimônio será transferido para a unidade acadêmica indicada pelo pesquisador contemplado. O pesquisador, se contemplado, deverá assinar termo de acautelamento, no qual assume responsabilidade de guarda e cautela do bem transferido.



O edital da Chamada Interna, disponibilizado na página da Propesq, traz as configurações dos computadores, os critérios de elegibilidade dos candidatos, critérios de avaliação, o cronograma de todo o processo, entre outras informações. Entre os critérios de elegibilidade, é preciso ser docente efetivo, ativo ou inativo, ou técnico-administrativo ativo da UFPB, com titulação de doutorado e regime de trabalho de 40 horas semanais.



***



Reportagem: Aline Lins

Foto: Angélica Gouveia